Rir faz bem para o humor e também para a saúde. Entenda o que acontece com o seu corpo quando você dá boas gargalhadas e descubra motivos para rir cada vez mais

Katie Holmes e Malin Akerman

Katie Holmes e Malin Akerman estão fazendo um bem danado ao corpo enquanto dão risada

Existem três teorias que explicam por que sentimos vontade de rir. A primeira delas é a teoria da incongruência, que sugere que o humor ocorre quando a lógica é substituída por elementos que não combinam entre si. É por isso que uma piada se torna engraçada quando esperamos uma coisa e acontece outra.

A segunda é a teoria da superioridade, que pode ser explicada quando rimos de situações consideradas erradas, estúpidas ou, até mesmo, a partir do azar de outra pessoa. A terceira e última é a teoria do alívio e o melhor exemplo disso é quando buscamos algo engraçado para amenizar um fato ou pensamento que nos faça sofrer.

O que acontece com o corpo por fora
Quando rimos, 15 músculos faciais se contraem e o sistema respiratório é interrompido parcialmente, pois a entrada de ar, pela boca, ocorre de modo irregular. Quando a gente dá uma gargalhada das boas, até os dutos lacrimais são ativados. Já ouviu aquela expressão "chorar de tanto rir"?

Sim, rir é o melhor remédio
Ao perceber os movimentos do corpo se preparando para rir, nosso cérebro libera um neurotransmissor chamado endorfina,que é um analgésico natural – tira a dor e dá uma sensação de bem-estar. O mais incrível é que a endorfina pode ser ativada sem que haja um motivo para rir. Basta rir (do nada) e você vai ter uma sensação agradável. Depois de bater o dedinho do pé na quina da cama, tente rir pra ver se a dor não passa mais rápido! É tiro e queda. E é justamente por isso que muitos psicólogos sugerem a terapia do riso para pacientes com depressão, por exemplo. Com simples exercícios respiratórios é possível conseguir rir e liberar essa substância.

O que acontece com o corpo por dentro
Os cientistas sabem que as emoções acontecemno lobo frontal, dentro do cérebro. Porém, a produção do riso está envolvida com várias regiões do cérebro, o que faz a risada ser produzida por um circuito que percorre várias áreas da cabeça. Quando rimos, aumentamos a quantidade de células que destroem tumores e vírus, assim como as células que produzem anticorpos. Ao mesmo tempo, a pressão arterial abaixa e ocorre um aumento na oxigenação do sangue. A risada oferece uma
verdadeira aula de ginástica para o abdome, o aparelho respiratório, a face, as pernas e os músculos das costas.

Risada na adolescência é diferente
Normalmente, os adultos riem de coisas relacionadas às suas experiências passadas. Como os adolescentes ainda não tiveram tempo de viver taaantas coisas, acabam achando graça em piadas que envolvem sexo, comida e coisas geralmente proibidas pelos adultos.Sim, você usa o humor como uma ferramenta para se proteger ou se sentir superior. Mas é normal, por enquanto. Só não vale achar que bullying é pra fazer rir!

*Quem deu as infos: Ivone Engelmann, química e especialista em programação neurolinguística.