Visitar o ginecologista é fundamental para tirar dúvidas sobre sexo e conhecer mais sobre a prevenção de doenças

Ginecologista

A consulta com o ginecologista não é nenhum bicho de sete cabeças
Foto: SXC

Reportagem: Rose Mercatelli

O ginecologista é o primeiro médico a cuidar da saúde da menina depois do pediatra. Por isso, é treinado para saber não apenas a respeito das doenças que podem ocorrer no aparelho genital feminino, mas para compreender os receios e resolver as dúvidas sobre sexualidade, independente da idade da paciente. Veja as perguntas das leitoras da Atrevida sobre a primeira visita ao ginecologista. Quem responde é a ginecologista e obstetra Denise Coimbra:

Com que idade devo ir ao ginecologista?
Mesmo que esteja tudo bem, o ideal é ir logo após a primeira menstruação. Na primeira visita, tire dúvidas sobre o ciclo menstrual, os absorventes (inclusive o interno), etc. Mas se você já apresenta corrimento, cólicas fortes, ou sintomas de TPM (tensão pré-menstrual), se pensa em transar ou já teve relações sexuais, a visita é obrigatória!

Preciso fazer o exame ginecológico logo na primeira consulta?
Não. Em geral, no primeiro encontro, o especialista aproveita para conhecer melhor a garota e tirar as dúvidas. É fundamental que você se sinta à vontade para falar e confie no médico. Caso perceba que não rolou com ele, procure outro profissional.

O que o ginecologista pergunta?
Em geral, ele quer saber sobre o seu dia-a-dia, problemas de saúde que teve na infância, se há alguma doença na família, como é sua menstruação, se tem namorado ou não e se já iniciou sua vida sexual. O que pode mudar é o jeito de ele perguntar, principalmente se notar que você é envergonhada ou que está com receio de tocar em certos assuntos na frente de sua mãe. Se já transou e não quiser revelar a ela, dê um jeito de falar. É importante que ele saiba a verdade.