Assine

Descubra como se livrar do sentimento chato que é o ciúme e não dar mole para que ele destrua os seus relacionamentos! consultoria Marcela Lima, psicóloga clínica

Texto Consultoria Marcela Lima, psicóloga clínica

Ciúme

Foto: Reprodução Instagram

É você ou ele?

Identificar o problema é fácil! Quando você sentir que o ciúme está a levando a agir de forma agressiva – tanto física como verbalmente – é hora de pedir ajuda. Outro sinal é o tempo que você gasta no dia pensando nisso! Agora, se o problema for com o seu namô, você vai perceber que ele tentará controlar
o máximo de coisas que puder, como com quem fala, de quem é amiga, o que vai vestir, etc. Além disso, um cara ciumento costuma não respeitar a sua privacidade lendo as suas mensagens, monitorando as redes sociais, e também critica a maioria das pessoas que se aproximam de você

Vire o jogo!

A melhor maneira de lidar com o ciúme é entendendo a razão de ele acontecer. Este sentimento pode
indicar insegurança, necessidade de reafirmação sobre o próprio valor, alta competitividade e até medo de ser abandonada. Para não deixar que vire uma bola de neve, procure ajuda dos seus pais, de uma amiga próxima ou de um psicólogo. Se não tratado, o sentimento pode evoluir e trazer consequências seriíssimas para a sua vida. Agora, se a neura for do boy, converse com ele sobre o que está incomodando e tente resolver, caso não consigam, aí é hora de procurarem ajuda.

Revista Atrevida / Edição 254

Sentir uma raivinha chata ao ver o boy falando com outra menina é normal. O problema é quando ela começa a ser cada vez mais intensa, fazendo você perder controle

Afinal, a questão é você ou ele?
Identificar o problema é fácil! Quando você sentir o que o ciúme está a levando a agir de forma agressiva – tanto física como verbalmente – é hora de pedir ajuda. Outro sinal é o tempo que você gasta no dia pensando nisso! Agora, se o problema for com o seu namô, você vai perceber que ele tentará controlar o máximo de coisas que puder, como com quem fala, de quem é amiga, o que vai vestir, etc. Além disso, um cara ciumento costuma não respeitar a sua privacidade lendo as suas mensagens, monitorando as redes sociais, e também critica a maioria das pessoas que se aproximam de você!


(Foto: Shutterstock)

Vire o jogo!
A melhor maneira de lidar com o ciúme é entendendo a razão de ele acontecer. Este sentimento pode indicar insegurança, necessidade de reafirmação sobre o próprio valor, alta competitividade e até medo de ser abandonada. Para não deixar que vire uma bola de neve, procure ajuda dos seus pais, uma amiga próxima e de um psicólogo. Se não tratado, o sentimento pode evoluir e trazer consequências seríssimas para a sua vida. Agora, se a neura for do boy, converse com ele sobre o que está incomodando e tente resolver, caso não consigam, aí é hora de procurarem ajuda.

Quer participar da Atrê? A sua dúvida pode ser respondida na próxima edição. Mande um e-mail para atrevida@escala.com.br.

Compartilhar senhas, ciúmes no Facebook... tudo isso acontece no namoro! Mas tem como salvar seu namoro mesmo tendo um perfil em todas as redes sociais

Foto: Reprodução/Tumblr

Foto: Reprodução/Tumblr

Hoje em dia, é difícil ver uma garota que não tenha pelo menos um perfil em alguma rede social. E isso, muitas vezes, acaba causando um certo ciúmes no namorado. Aquele amigo que curtiu sua foto, aquela sua foto com um biquini decotado demais... É preciso paciência e jogo de cintura ao lidar com o boy ciumento demais nessa era digital. 

Pensando em tudo isso, nós da Atrê preparamos um guia para salvar o seu namoro nessa era digital. Se liga e fique esperta para não haver nenhuma invasão de privacidade, ok? 

1. Tem a senha dele? Use-a somente em último caso, tipo o menino precisar de alguma informação e pedir para você checar o e-mail dele. Do contrário, evite.

2. Tente não comentar diariamente com ele tudo o que vê na rede. O garoto vai detestar se sentir supercontrolado – mesmo que esteja sendo, de fato!

3. Se você não conhece a garota com quem ele iniciou uma amizade, não pergunte. Simplesmente acompanhe o papo dos dois de vez em quando, só para ver qual é.

4. Estimule-o a contar o que faz quando está online. Pode ser que ele comente por livre e espontânea vontade coisas que você já viu antes, na rede. E talvez isso diminua um pouco a sua necessidade de continuar stalkeando o namô.

5. Não deixe que o menino e os interesses dele sejam prioridade na sua vida. Os seus assuntos pessoais sempre devem ficar em primeiro lugar.

6. Antes de chamar o garoto para pedir satisfações sobre algo suspeito que viu na rede, peça a opinião de uma ou duas amigas em quem confia. Afinal, o ciúme deixa a gente meio cega.

7. Não caia na tentação de responder ou conversar com outras pessoas como se fosse ele. É certeza que o garoto vai ficar beeem chateado se descobrir um troço desses!

8. Não deixe recadinhos mal educados quando estiver navegando, ao se irritar com alguma coisa que viu na página do seu namorado. Prefira falar pessoalmente com ele, depois que a raiva passar.

9. O mesmo vale para as garotas que estão irritando você. Dar indiretas – ou diretas – para elas na rede, sem mais nem menos, também vai pegar mal.

10. E, por fim, quando o ciúmes bater forte, lembre-se de que o menino está com você por opção. Porque escolheu você. Já parou pra pensar nisso?

Errar é humano. Mas repetir a mancada você já sabe o que é... E isso também vale para os relacionamentos. Então, se o seu acabou e o ex partiu sem deixar saudade, é bom tentar aprender com o que passou, pra fazer diferente na próxima

Foto: Reprodução/Tumblr

Foto: Reprodução/Tumblr

Depois de botar um ponto-final no namoro, ou rolinho, é pra lá de normal ficar irritada, brava, chateada ou até mesmo sair falando em alto e bom som, pra quem quiser ouvir, o quanto odeia seu ex, por todo o sofrimento que ele lhe causou. Mas quando o pior passar, vale pensar em tudo o que essa decepção amorosa lhe ensinou, pra fazer completamente diferente assim que um novo amor chegar. Daí, se você analisar bem, vai ver que o ditado “até um pé na bunda te leva pra frente” faz sentido!

 “Aprendi a não agir por impulso”

O seu erro: você vivia brigando por bobagens, explodia por tudo e por nada sempre que o garoto não agia de acordo com a sua vontade.

O que fazer agora: a melhor forma de fugir dessas ciladas é respirar fundo e aprender a contar até dez antes de tomar qualquer decisão. “Antes de agir, pense nas consequências que seu ato pode causar e se vale mesmo a pena criar discussão”, alerta a psicopedagoga Quezia Bombonatto. É claro que isso é um treino e você vai aprender com a prática. Ainda assim, se não conseguir segurar a onda vez ou outra, pelo menos reconheça que perdeu a cabeça e peça desculpas. Só não vale querer ter sempre razão, até quando tá na cara que fez a maior besteira.

“Aprendi a dar mais valor a um relacionamento”

O seu erro: pintou outro cara lindo e você foi logo beijando, como se não houvesse amanhã. Mas essa escapadinha foi o suficiente pra acabar com a sua ficada séria.

O que fazer agora: primeiro pense nos motivos que a levaram a ficar com outro menino. Pode ser que descubra que o seu rolo já não estava mais aquelas coisas e que ficar com outro foi um jeito que você arrumou de sacudir a rotina ou de chamar a atenção. Você só não esperava um final tão infeliz. Daí, se o seu próximo relacionamento também entrar em crise, talvez seja melhor pensar em uma conversa aberta, sincera, pra discutir com o garoto o que é que precisa mudar. Porém, se mesmo assim você perceber que está prestes a cair em tentação novamente, mude o desfecho da história. “Diga ao menino que quer dar um tempo. Assim, você não se sentirá culpada nem ele traído”, ensina a psicopedagoga Maria Teresa Andion.

“Aprendi a controlar o meu ciúme”

O seu erro: você achava que o garoto era propriedade exclusiva, se pudesse até colocava plaquinha. Virava uma fera ao ver um comentário qualquer do menino na página do Face de uma garota, chegava a discutir com a melhor amiga dele por puro ciúme e até tentou proibir o ex de dar um “oi” para aquela periguete da sala dele.

O que fazer agora: a primeira coisa é entender que, por mais que você tente controlar todos os passos de um garoto, jamais vai conseguir se proteger totalmente de uma traição. Aliás, a melhor forma de passar longe desse drama é construir um relacionamento feliz, saudável, sem cobranças, em que cada um tem seu próprio espaço. Para viver na boa com um cara, outra coisa importante é aprender a gostar mais de si mesma, entendendo que o menino sempre está com você por opção, porque escolheu a sua companhia. No mais, se o garoto começar a dar motivos pra você ficar roxa de raiva, coloque limites desde o início, sem medo de perdê-lo. Afinal, pra que levar adiante uma história que está trazendo só dor de cabeça e infelicidade? Pensa!

Nove entre dez girls já ouviram a frase “não existe amizade entre homem e mulher”. Mas será que isso é mesmo verdade? Alguns garotos revelam o que pensam sobre isso. Se liga!

Foto: Reprodução/Tumblr

Foto: Reprodução/Tumblr

“Claro que existe! Eu acho até que existe mais amizade entre menino e menina do que só entre meninas. Eu tenho uma amiga bem próxima. Nós já ficamos, mas a amizade era tão forte que continuou a mesma coisa.” - Pedro Zanco, 17 anos, São Paulo

“Acho que existe, mas sempre vou ter uma visão mais maliciosa. Eu posso ser amigo de uma menina, mas sempre vou ver a sua beleza, se rola uma química entre nós... Já pensei em ficar com todas as minhas amigas, mas acredito que com outras pessoas possa acontecer uma amizade verdadeira, sim.” - Fausto Bittar Neto, 16 anos, São Paulo

“Existe, sim. Eu tenho amigas bem próximas! Amizade com meninos dá certo porque a gente pensa igual, faz várias brincadeiras... Agora com menina já é mais para desabafar, contar sobre coisas que você está passando no momento... São relações diferentes.” - Marcelo Roque, 17 anos, São Paulo.


Será que vale a pena investir para o boy finalmente te notar?

Foto: Reprodução/Tumblr

Foto: Reprodução/Tumblr

“Gosto de um menino que nem sabe que existo! Estudamos na mesma sala e ele até já me olhou, só que sei que não significo nada para ele. Não sei o que faço para ele me notar. Devo insistir ou partir para outra?” - T.C., 17 anos, São Paulo (SP)

T., não adianta querer adivinhar como ele se sente a seu respeito. A única forma de mudar essa situação é tentar se aproximar e dar uma chance para o garoto conhecê-la melhor e – muito importante – para que você também o conheça melhor. Vai que o menino também não a surpreende e você descobre que vocês não têm nada a ver. Só a tentativa trará essas respostas! É natural ficar um pouco tímida nesses momentos, mas é melhor saber de uma vez por todas se existe alguma chance entre vocês do que ficar gastando mais tempo imaginando a resposta.

Nesses assuntos, os amigos ajudam muito. Estudando na mesma sala, vocês provavelmente têm amigos em comum, então, chegou a hora de pedir uma força para tentar se aproximar de um jeito que não a deixe tão insegura. Vá aos pouquinhos, tente controlar a ansiedade e tudo dará certo!

Será que os garotos perdoariam numa boa uma traição?

Foto: Reprodução/Tumblr

Foto: Reprodução/Tumblr

“Fui a uma festa com minhas amigas e acabei ficando com outro cara. Alguns amigos do meu namorado também estavam lá, viram tudo e contaram para ele. Estou superarrependida, amo muito o meu namorado e o outro garoto não significa nada pra mim. Será que ele consegue me perdoar?” - G.C., 17 anos, Fortaleza – CE

TALVEZ
“Depende muito da situação. É bem complicado. Gosto muito da minha namorada, mas, se acontecesse uma traição, eu provavelmente ficaria mal e pediria um tempo. Pensaria em como foi essa situação, se ela estava em sã consciência, se gostava do cara. Levaria vários fatores em consideração. Com certeza não acabaria no momento, daria um tempo para analisar tudo.” - Kauê Vettorazzo Pigozzi, 15 anos

SIM
“Acho que sim. Perdoaria porque gosto muito da minha namorada. Às vezes a culpa nem foi tanto dela, um cara pode tê-la agarrado, essas coisas acontecem. Pensaria bem, daria uma chance." - Guilherme Grieco Paglioli, 15 anos

RESPOSTA DO FAMOSO
“Traição é um assunto complicado. Dependendo do caso, acho que perdoaria. Todo mundo já errou e todo mundo erra. Claro que, se fosse uma coisa muito tensa na minha vida, ficaria complicado. Mas às vezes as traições são muito piores com amigos do que com uma namorada. Mas acho que sempre dá para perdoar, todo mundo merece uma segunda chance.” - Emilio Eric, ator

O que os meninos acham de garotas que pegam mais de um na mesma noite?

Foto: Shutterstock

Foto: Shutterstock

“Fui a uma balada e acabei ficando com dois carinhas diferentes. O primeiro não foi nada de mais, mas curti muito ficar com o segundo. O problema é que ele descobriu que já tinha beijado outro garoto antes dele e tenho medo do que pode pensar de mim...” - E.S., por e-mail

“Se for uma vez ou outra que isso aconteceu, não tem problema. Mas se a menina sempre fica com vários caras na balada, eu não curto, não. Não é o tipo de menina que gosto para namorar. Se eu percebesse que a garota já tinha ficado com outros caras antes de mim naquela balada, nem levaria pra frente. E se ela ficasse com outro depois de ter ficado comigo, ia significar que ela não gostou tanto de mim. Eu partiria para outra!” - Lucas Lofreta, 14 anos

“Bom, têm meninas que gostam de ir para a balada e pegar vários caras. Se elas gostam de fazer isso, tudo bem. Mas acho que acaba ficando mal para elas depois. Se eu descobrisse que uma menina que tô a fim já ficou com outras pessoas antes de mim na balada, iria deixar quieto.” - Guilherme Paglioli, 15 anos

“Particularmente não gosto. Acho que essas meninas não têm muito compromisso e às vezes não têm muito respeito por si mesmas. Com certeza não namoraria uma garota assim. Se eu soubesse que ela já tinha ficado com outro cara antes de mim, sem chance. Não rola!” - Cauê Ferreira, 16 anos

Saiba o que fazer para não assustar o gatinho!

Foto: Shutterstock

Foto: Shutterstock

“Há algum tempo eu ando trocando olhares com um garoto da minha sala, e ele corresponde! Toda vez que eu o olho, por acaso, ele também está me olhando! Mas ele nunca disse nada pra mim. Nesse ano teremos a nossa formatura, ou seja, festa, bailes e viagens. Será que ele vai tentar alguma coisa ou eu estou me iludindo?” - L.F., por e-mail

L., realmente parece que ele está interessado, mas pode ser muito tímido para iniciar uma conversa com você. Não há outra maneira de descobrir a não ser conversando com ele. Algumas coisas podem ajudar, como criar a oportunidade para que ele fale com você ou iniciar uma conversa. Talvez seja difícil para ele falar com você quando suas amigas estão ao seu redor, ainda mais se ele for tímido. Outra opção é você mesma iniciar o contato, de uma maneira leve e divertida. Assim: dizer um “oi” ou falar sobre algo que vocês tenham em comum (até sobre a formatura mesmo) pode ajudar a descobrir se ele está realmente interessado. Sempre existe a possibilidade de você não ser correspondida, mas é melhor saber logo do que ficar gastando sua energia pensando se ele gosta ou não de você. Caso ele só goste de você como amiga, sinta-se livre para olhar ao redor e talvez descobrir outras pessoas interessantes.

Se seus amigos nem levam mais a sério quando você aparece tristinha, dizendo que terminou com o boy (pela vigésima terceira vez), talvez seja o momento de repensar o que é melhor pra sua vida

Foto: Shutterstock

Quer namoro mais ioiô do que o do casal Jelena? | Foto: Shutterstock

Ele vai, ele volta. Hoje é seu atual, amanhã, seu ex. Depois de amanhã, olha ele aí de novo com uma florzinha na mão e uma promessa de amor eterno... Até as próximas 24 horas. Já viu essa novela das seis, né?

Se você tem mudado seu status no Facebook com a mesma frequência com que troca de batom, já deve estar se dando conta do quanto pode ser cansativo terminar uma história de amor
com reticências, em vez de ponto final.Pense só no caso mais famoso de namoro ioiô dos últimos tempos: Selena Gomez e Justin Bieber. Há três anos, eles vivem uma verdadeira saga em forma de relacionamento. Estava tudo cor-de-rosa até JB decidir virar bad boy e Selena cair fora. Aí, ele se derrete para o lado dela, ela volta. Depois, algo acontece e os dois se separam de novo (isso foi apenas um resumão, ok?). A gente, do lado de fora, acompanha tudo comendo pipoca. Alguns torcem contra, outros, a favor. Mas o fato é: imagine como deve ser desgastante para esses dois divos viverem com as emoções passeando numa montanha-russa! E na nossa vida de pobres mortais não é diferente.

Por quê?
Se esse tipo de namoro ainda não faz parte da sua biografia, com certeza você conhece algum casal que terminou e voltou mil vezes. Namorar é ma-ra, mas a separação é uma chatice que muitas vezes a gente tenta evitar até o último segundo, mesmo que a relação já esteja uó. “Muitos jovens quando começam a se relacionar estão ainda um pouco confusos, é um tipo de sentimento recente na vida deles, mas ao mesmo tempo, intenso. Amam como se fosse para a vida toda e, muitas vezes, trata-se do primeiro amor, então a separação se torna difícil”, conta o psicólogo Thiago de Almeida, especialista nas dificuldades do relacionamento amoroso.

Mas não é só a relutância em dizer "até nunca mais, ex-amor!" o que faz que os casais namorem em modo replay automático. “Tem a insegurança, a carência, o ciúme, o próprio momento de vida. Adolescentes costumam ser impetuosos, inconstantes, fazem agora para pensar depois. E fazem isso com frequência”, explica a psicóloga Maria Regina Domingues de Azevedo, professora do Departamento de Pediatria da Faculdade de Medicina do ABC. Hey, nada contra o vamos-viver-o-dia-de-hoje-lifestyle. Mas pensar um pouco antes nas consequências pode ser uma boa maneira de evitar um namoro que não ata nem desata. Literalmente.

O lado ruim do namoro ioiô
- Ficar afastada dos amigos que já estão cansados dessa história. Selena Gomez sabe bem o que é ter uma BFF de cara virada para ela por um namoro assim.

- Perder a chance de conhecer novos gatinhos e se divertir. Sim, gata. Há muita gente lá fora com aquele potencial!

- Sua concentração nos estudos pode ir por água abaixo. Aí, já viu onde vão parar suas notas...

- Se seus pais não concordarem com o seu namoro ioiô, há chances de rolar um estresse em casa.

- Problemas de autoestima podem aparecer com tanta instabilidade e boas doses de insegurança. E a gente não quer que isso aconteça!

Supere já!
Vamos supor que, com o fim da história, você já tenha se dado conta de que o negócio é seguir em frente. Isso não significa que não vá doer. Mas “o maior prejuízo do fim de uma relação é ver apenas o que se perde, sem enxergar o ganho, que sempre existe”, conta Mariana Viktor, coach pessoal e de relacionamento. A especialista lembra que nenhum ciclo da nossa vida se encerra sem deixar aprendizados que vão nos preparar para ter novas experiências e relacionamentos melhores depois. “Em outras palavras, o ponto-final liberta se deixarmos o passado ir”, diz Mariana.

 

Acredite, os meninos não são tão complicador quanto parecem, girl! Eles sempre dão um sinal ou outro de que estão caidinhos por você. Quer ver?

1- Ele sempre puxa assunto nas redes sociais - ou no WhatsApp!

Reprodução

2- O gato sempre dá um jeitinho de ficar perto de você.

Reprodução

3- Ele elogia tudo (ou quase tudo) o que você faz!

Reprodução

4- Quando estão conversando, o garoto sempre tenta fazer uma gracinha ou dá um jeito de tocá-la. 

Reprodução

5- Ele nunca deixa o assunto acabar. E, se puder, conversa com você por horas...

Reprodução

6- Ele tá presentinhos inesperados - por mais simples que eles sejam!

Reprodução

Algumas coisas podem acabar de vez com um relacionamento. Fomos descobrir dos boys o que eles acham sobre isso

Foto: Reprodução/Tumblr

Foto: Reprodução/Tumblr

“O ciúme em excesso! Não existe nada mais cansativo em uma relação do que isso. Ficar brigando por ciúme o tempo todo acaba desgastando. Quando não há confiança, não dá para seguir em frente com o relacionamento.” - Matheus Cardoso, 18 anos, São Paulo

“O que desgasta um namoro é a falta de atenção, tanto do homem quanto da mulher. Quando duas pessoas se gostam, elas têm de manter bastante contato, nem que seja pelo telefone. Quando isso não acontece, acaba esfriando a relação. Eu já terminei por isso.” - Raphael de Freitas, 23 anos, São Paulo     

"Acho que a relação começa a ficar cansativa quando as pessoas não têm mais confiança uma na outra. Para mim, isso é a coisa mais importante dentro do namoro. Quando acaba, não tem mais sentido continuar tentando." - Gabriel Rocha, 16 anos, São Paulo

“Isso pode variar de relação para relação, acho que o ponto básico de um namoro é a confiança e o respeito ao próximo, quando faltam esses elementos básicos, o relacionamento começa a cansar.” - Vitin, vocalista da banda Onze:20