Assine

Está achando muito cedo para pensar lá no último semestre? Então, sabia que é bom se preparar desde já para se dar muito bem no fim do ano. Se liga em algumas metas que a Atrê

Texto por Veridiana Mercatelli | Foto: Shutterstock

Foco: volta às aulas

Foto: Shutterstock

Bem que você adoraria ter mais um mês (ou dois, quem sabe?) de férias. Mas o tempo passa mais rápido do que a gente gostaria e aquela hora sempre chega: separar o uniforme, os cadernos, os livros e dar de cara com seu ano letivo. Mas em vez de começar em climão de preguiça, contando os segundos para as próximas férias, que tal entrar com o pé direito e com toda energia, decidida a chegar ao fim do ano sem pensar em recuperação? Para isso, além da determinação, vai ser preciso se organizar. E estamos aqui pra dar uma mãozinha.

Um pouco a cada dia

Aula dada é aula estudada – e desde já. A ideia aqui é não deixar a matéria acumular. Nossa memória tem curto prazo depois de uma aula. Então, se você demorar muito pra rever o que foi ensinado, corre o risco de ficar com aquela cara de “como é que é aquilo lá mesmo?” na hora da prova. Então, o roteiro é simples:

1. Prestar atenção na aula e não ter medo de perguntar caso fique com dúvida.

2. No mesmo dia, em casa, revise o conteúdo que foi dado em classe para fixar melhor na cabeça. Passe as aulas a limpo no caderno, leia novamente os materiais. É como se a matéria entrasse melhor no HD do seu cérebro, sabe?

3. Não deixe de fazer sua lição de casa. Ao contrário do que você possa pensar, ela não é um método chato que o professor usa para controlar a sua vida. Ela serve para ajudá-la a entender melhora matéria. Mas olha só: a tarefa não substitui o estudo diário. Ela é uma atividade que complementa o processo de aprendizado, entendeu? 

4. Se fizer isso diariamente, você não precisa estudar feito doida antes da prova, nem perder uma noite de sono coma cara nos livros. Aliás, o dia anterior à prova é um momento de relembrar o que já foi visto. Tentar “aprender” tudo hoje pra fazer o teste amanhã nã oé nada produtivo.

5. Estudar em grupo de vez em quando pode ser uma ótima ideia, pois vocês trocam informações e um pode ajudar o outro. Agora, é importante evitar as fofocas durante o estudo, senão, já viu... Estabeleçam que a fofoca fica pra depois, ok?

Programe-se para estudar

Foto: Shutterstock 

Organize -se!

• Sua agenda – atualizada – deve ser sua melhor amiga

Afinal, são muitas as matérias e atividades que você tem no dia a dia. Não precisa confiar somente em sua memória se tiver onde anotar o que precisa estudar ou o que já foi visto. Faça listas, use cores de caneta diferentes, post-it, marca-texto. Se preferir usar a tecnologia, há inúmeros apps de agenda para celular, tablet e computador. Além disso, algumas escolas têm o portal do aluno e também é importante consultá-lo, pois muitas vezes o professor pode dar orientações importantes por lá.

O local de estudo também faz parte da sua organização diária

É importante que você esteja sentada (resista à tentação de estudar deitada, ou você corre o risco de acabar cochilando) e com boa iluminação. Se possível, fique num lugar com pouco movimento. Se sua casa é sempre cheia, considere ficar sozinha no quarto ou, então, frequentar uma biblioteca.

Estabeleça um horário para estudar

Ok, sabemos que o dia a dia é corrido. Tem gente que faz curso de inglês, natação, teatro ou qualquer outra atividade extra. Mas é legal determinar um horário diariamente, para que isso faça parte da rotina. Não estamos dizendo pra você passar a tarde toda estudando. Mas é bom reservar, pelo menos, duas horinhas do seu dia. Não é puxado, vai.

Revista Atrevida | Edição 146

Confira os prós e contras do ensino a distância e descubra se você pode se dar bem estudando em casa!

Estudo

Foto: Shutterstock

no curso presencial...

Você precisa dispor de uma rotina para que consiga manter a frequência em todas as matérias, pois cada uma delas tem carga horária diferente. Os horários são fixos e a maioria das atividades é desenvolvida em sala de aula, sendo somadas para uma média final. São exigidos mais trabalhos em grupo para compor suas notas e, muitas vezes, você irá trabalhar com pessoas diferentes. É possível participar de atividades extracurriculares como centros acadêmicos e esportivos. Existe a chance de o curso presencial ter um custo maior nas mensalidades.

no curso a distância (EaD)...

Todas as aulas são realizadas de forma on-line ou via satélite. Você é quem cria os horários das aulas, sendo recomendada para alunos que não conseguem seguir uma rotina de estudos. Apenas as provas são presenciais, realizadas em uma sede da faculdade na cidade em que você reside. A frequência é contada de acordo com as atividades e trabalhos entregues. O valor da mensalidade pode ser um pouco abaixo da média de uma faculdade presencial. Os cursos on-line podem ter menor duração, pois as aulas práticas são feitas ao mesmo tempo que as teóricas.

Pense bem

É importante lembrar que muitas pessoas optam pelo ensino a distância pela falta de tempo ou por já
ser a sua segunda graduação. Se você está saindo do colégio e quer ter uma experiência maior em uma universidade, é legal arriscar em uma instituição presencial para que tenha contato com aulas práticas e também conheça pessoas, criando, assim, a famosa network, que ajudará bastante no seu futuro.

Não vacile!

Curtiu a ideia de fazer faculdade on-line? Antes de tomar uma decisão é preciso ver se o seu curso pode ser feito a distância. Alguns cursos na área de biológicas (medicina, oceanografia, etc.), humanas (cinema, psicologia, direito, etc.) e exatas (arquitetura, astronomia, etc.), necessitam da presença do aluno. Consulte no site do EaD se o curso que você quer também está nessa lista: http://bit.ly/1CGhdEm.

Revista Atrevida / Edição 139

O evento tem como objetivo o contato entre os futuros universitários e as instituições de ensino superior. Se liga!

Em parceria com o Colégio Marista Arquidiocesano, os alunos receberão informações sobre o funcionamento dos cursos, como a matriz curricular, o sistema de avaliação, a metodologia de ensino e o dia a dia da profissão. O Fórum ainda oferece plantão de dúvidas para esclarecimentos, além de palestras, workshops e orientação profissional. Nele, todas as informações relacionam-se à pesquisa realizada anualmente pela Teenager Assessoria Profissional sobre as principais dúvidas dos jovens. Por esse motivo, o Fórum Teenager de Universidades, Empresas e Profissões dispõe de uma programação superespecial.


(Foto: Divulgação)

Estarão presentes no evento as principais instituições de ensino superior do Estado de São Paulo: USP, UNESP, UNICAMP, UNIFESP, ITA, FAAP, FGV, ESPM, MACKENZIE, INSPER, MAUÁ, FEI, CÁSPER LÍBERO, BELAS ARTES, STRONG ESAGS, SINGULARIDADES, IMPACTA, SÃO JUDAS, SENAC, METODISTA, ANHEMBI MORUMBI, ESAMC, FIA, ESEG, FIAP, UNIP, INTERGRAUS VESTIBULARES, CURSINHO OBJETIVO, AEON VESTIBULARES .

EVENTO GRATUITO:
FÓRUM 2015 – XVII Fórum Teenager de Universidades, Empresas e Profissões
Data: 29 de agosto de 2015 – Sábado
Horário: 10h às 17h.
Local: Colégio Marista Arquidiocesano
9h: entrada pela Rua Loefgreen, 1.048 (exclusivo para participar da Palestra de Abertura)
11h: entrada pela Rua Domingos de Morais, 2.565 – Metrô Santa Cruz - São Paulo/SP.

Para participarem, os interessados devem clicar aqui e imprimir o convite!

Acabaram as férias, as aulas voltaram com tudo e a Atrê selecionou alguns aplicativos que podem te ajudar a encarar essa fase com mais praticidade. Se liga!

Veja a Galeria

Conheça o livro de História, da Coleção Aprender e Criar, que foi aprovado pelo MEC para o PNLD 2016


Texto Redação | Fotos Divulgação

PNLD 2016: Livros de História têm aprovação

As crianças estão cada vez mais antenadas às mudanças do mundo. Por isso, é necessário saber contextualizar informações para um aprendizado excelente e de qualidade. Com esse objetivo, a Escala Educacional criou o livro História, da Coleção Aprender e Criar, aprovado, com excelência, no MEC e que faz parte do PNLD 2016.

Para saber mais sobre as obras aprovadas pelo MEC, clique aqui. 

Conheça um pouco mais da obra e autora: 


LIVRO DE HISTÓRIA PARA ENSINO FUNDAMENTAL I 

 

PNLD 2016: livros de História têm aprovação

  • Essa obra foi concebida com o objetivo de oferecer aos alunos conhecimento do mundo e da diversidade cultural, favorecendo a formação de sujeitos com visão crítica por meio das múltiplas realidades sociais e dimensões vividas;


  •  Os conteúdos foram organizados por eixos temáticos com a finalidade de introduzir, progressivamente, noções e conceitos históricos básicos; 


  •  Conceitos vinculados à construção das noções de semelhanças e diferenças, e os de organização social e do trabalho;


  •  As noções de tempo e espaço histórico são introduzidas a partir do processo de alfabetização, de maneira gradual;


  • Articulação dos eixos temáticos com os temas transversais;


  • Busca um diálogo entre passado e presente e uma seleção de fatos relevantes para os diferentes contextos.



AUTORA MARIA ROCHA RODRIGUES: Bacharel em História pela USP, é mestre em Educação pela USP. Atua também como professora do Ensino Médio e do Ensino Fundamental.

Escala Educacional 
www.escalapnld2016.com.br
 www.escalaeducacional.com.br 


Central de Atendimento
atendimento@escalaeducacional.com.br
(11) 3855-2175 São Paulo- Capital | 0800 772 2120 Demais Localidades 

Contato – Assessoria Pedagógica Escala Educacional
assessoriapedagogica@escalaeducacional.com.br 


Descubra de que forma você pode utilizar essa ferramenta e arrasar nos estudos!

Foto: Divulgação

A tecnologia em nuvem está super em alta, mas você sabia que ela pode facilitar o seu dia a dia  na escola, seja para fazer trabalhos em grupo ou até mesmo para trocar informações com o professor de um jeito muito simples? Veja mais detalhes:

Você sabe o que é nuvem?

A computação em nuvem é o modelo que permite que aplicativos, softwares e arquivos possam ser acessados através da internet, de qualquer lugar e em qualquer equipamento, sem a necessidade de que os programas e documentos fiquem salvos em um único computador.

Com a nuvem, é possível acessar informações a partir de qualquer celular, tablet ou notebook que tenha conexão à internet, não importa em que parte do mundo você esteja. A nuvem também permite que o mesmo documento, um texto por exemplo, possa ser acessado e modificado por mais de uma pessoa ao mesmo tempo.

Na escola

Com uma ferramenta de computação em nuvem como o Office 365, você e o colega de turma podem editar um texto ou uma apresentação em PowerPoint ao mesmo tempo, sem a necessidade de estarem juntos, no mesmo lugar, para fazer o trabalho.

Basta apenas você ou seu amigo gerar um link, compartilhando o arquivo com o outro colega para visualização e edição. Esse outro vai usar login e senha do Office 365 para acessar o conteúdo compartilhado pelo colega.  (Para criar o seu login, basta clicar aqui)

Outro recurso interessante é o OneNote, que funciona como uma espécie de caderno digital, e pode ser compartilhado com o professor em tempo real para que ele veja se um exercício está sendo feito da maneira correta, por exemplo. 

Com a nuvem, o aluno pode começar a fazer uma tarefa no computador da escola e, caso não dê tempo de terminar, ele pode continuar de onde parou no tablet ou no notebook de casa. Para isto você deve acessar o portal do Office 365 por meio da internet, com login e senha individuais, e depois clicar na pasta criada pelo professor. O arquivo no qual ele está fazendo o exercício vai aparecer nessa área para que ele clique e possa continuar alterando o dever a partir de outro dispositivo em sua casa ou em qualquer outro lugar.

Agora é só caprichar nos estudos!

 

Quem disse que o seu smartphone não combina com a sua rotina na escola?

Foto: Shutterstock

Foto: Shutterstock

Usar o celular e estudar são duas coisas que não combinam, certo? Errado! A Atrê te mostra que você pode sim utilizar o seu aparelho para melhorar o seu rendimento no colégio e arrasar na hora dos estudos. Duvida? Então, se liga só nestas dicas!

Grave o áudio da aula: se você não curte ficar anotando absolutamente tudo o que o professor diz na hora da aula, uma opção é gravar no celular todo o áudio da explicação. Assim, na hora de rever o conteúdo, você pode ouvir tudo de novo, exatamente do jeito que o prô falou. Muito melhor, né?

Tire foto da lousa: você sempre fica enrolando para copiar aquele gráfico superdifícil que o professor coloca na lousa durante a aula de física? Uma maneira bem mais fácil de guardá-lo é tirando uma foto do quadro negro e a guardando para rever o conteúdo em casa. Você pode, ainda, compartilhar a foto com as amigas no Whats App e aproveitar para discutirem juntas sobre o assunto da aula. É o nosso smartphone salvando a nossa vida mais uma vez.

Se jogue nos podcasts: na internet, existem muitos podcasts que mostram o debate entre alunos sobre um tema espicífico. Sites como o English Expert (www.englishexperts.com.br)  e portais de universidades como a Unicamp (www.unicamp.com.br) disponibilizam na web áudios que ajudam e muito na hora de você se preparar para uma prova ou até mesmo para o vestibular.

Use o alarme a seu favor: a gente sabe que é difícil lembrar de tantas lições de casa e trabalhos pra fazer, né? Para te ajudar nisso, use o calendário e o alarme do celular para te avisar quais tarefas você terá que fazer naquele dia e qual é o prazo de entregá-la na escola. Assim, você não perde, entrega tudo para o professor no prazo e ainda garante uma nota inacrê!

 

As férias estão acabando e as aulas já estão aí. Quais sentimentos passam pela nossa cabeça no primeiro dia? Descubra agora!

1- Aquele momento em que você tem que programar o despertador do celular para voltar a acordar cedo! 

Reprodução

2- E aí chega o momento de você acordar cedo. Tava com saudades disso, né? #sqn

Reprodução

3- E o pior de tudo: as manhãs frias estão bombando!

Reprodução

4- Antes de sair de casa, você dá uma última olhada pra sua cama e se despede da maneira mais triste possível dela! #forçanaperuca

Reprodução

5- A parte boa: rever todas as amigas!

Reprodução

6- E os gatinhos da sua sala, né?

Reprodução

7- E aí, o professor começa a fazer perguntas pra sala logo no primeiro dia.

Reprodução

8- E a única coisa que você consegue pensar é:

Reprodução

9- E quando aqueles alunos novos querem fazer amizade?

Reprodução

10- Mas precisamos admitir: estávamos com saudade da escola, né? 

Reprodução


Quem disse que você deve deixar os livros de lado nas férias?

Foto: Reprodução/Tumblr

Foto: Reprodução/Tumblr

Para quem não ficou de recuperação, o mês de julho é uma maravilha para recarregar as forças e encarar o próximo semestre mais leve. Mas é importante lembrar que o ano letivo ainda não acabou! Você sabe como dividir seu tempo entre estudo e curtição no mês de férias? A gente mostra que é possível aproveitar as viagens com amigos e família e ainda manter o ritmo de estudos para não perder nada!

- Tente manter uma rotina, deixando um horário do seu dia reservado para os estudos. Se não foi tão dedicada no semestre anterior, aproveite o período para colocar as matérias em dia. Faça vários exercícios e simulações de provas e vá anotando a sua evolução.

- Busque um lugar reservado para estudar, longe da TV (vai que seu irmãozinho quer assistir a um filme bem nessa hora. É melhor não gerar conflitos). Avise sua família que esse é o seu horário de estudos, assim não tem perigo de ser incomodada. Ah, e procure um local adequado, estudar deitada na cama pode não ser uma boa ideia! Uma cadeira e uma escrivaninha são ideais.

- Viajar com a família ou amigos é ótimo, mas não se esqueça de levar seus livros! Quem vai prestar vestibular e Enem precisa de muita habilidade na interpretação de texto. E isso só se adquire com muita leitura. O legal é que não importa o tipo de livro. Leve com você seu romance preferido ou o novo livro daquele autor que você adora.

- Manter sua saúde em dia também a ajudará a ter uma melhor concentração. Não se esqueça de aproveitar seu tempo livre para praticar exercícios físicos, sair com os amigos e viajar. Afinal, é para isso que servem as férias!

- Se você fechou o semestre anterior com notas incríveis no boletim, que tal aproveitar este período para ficar fera em outra língua? Diversas escolas de idiomas oferecem cursos intensivos ou de imersão no mês de julho. Outra ideia legal é organizar um grupo de estudos com as suas amigas. Assim dá pra praticar bastante, até assistindo a filmes!

Quem deu as dicas: Ana Christina Presto, professora e coordenadora da clínica de Psicologia da FMU; psicóloga Heloisa Junqueira Fleury; Janice Pontes, coordenadora do Colégio Humboldt.

As férias já estão se despedindo jajá! Entre no clima da volta às aulas com esses clipes inacrês!

Melhor do que curtir as férias é voltar para a escola cheia de disposição e energia, né? A Atrê selecionou alguns clipes que têm a cara da volta às aulas. Quer se inspirar? Se liga:

Duas garotas responderam à esta pergunta; leia!

Foto: Shutterstock

Foto: Shutterstock

SIM
“Às vezes, quando algum amigo da sala faz alguma pergunta boba ou pede algo pra mim ou pro professor, eu sempre falo com uma voz engraçada o imitando. Não vejo problema nenhum, até porque, tem menino que faz assim pra ser notado. Quando o motivo é mais sério eu me seguro pra não fazer piada, pois sei que a pessoa pode se importar muito com isso.” - Glayce Siqueira, 16 anos, São Paulo (SP)

NÃO
“Eu nunca fiz isso, porque sei o quanto é ruim. Várias meninas na sala cochicham de mim pelos cantos e fazem de propósito pra eu perceber que é sobre mim. Então, eu prefiro ficar quieta e não fazer isso com ninguém. O bullying pode até parecer engraçado, mas, na verdade, machuca. Aprendi com a Demi o quanto isso pode deixar a pessoa realmente mal.” - Paula Gomes, 14 anos, Belo Horizonte (MG) 

As aulas estão voltando agora! Já se preparou para o novo semestre?

Foto: Reprodução/Tumblr

Foto: Reprodução/Tumblr

- Você deve dormir entre sete e oito horas todos os dias. Descansar é muito importante!

- Seu local de estudo deve ser limpo e bem iluminado. Ah, e sem nada que possa distrai-la.

- Desligue os aparelhos eletrônicos quando estiver estudando: tablets, celular, TV e rádio.

- Divida seu dia em mais de uma matéria, para não cansar.

- Você deve estudar 40 minutos fazendo revisão do que foi dado em aula e 20 minutos lendo e tentando conhecer o próximo assunto da sua apostila ou livro.

- A cada 1 hora de estudo, descanse 15 minutos, mas nada de dormir, ou você pode perder a hora. Aproveite para comer alguma coisa leve (barrinhas, iogurtes ou frutas) e fazer alongamentos.

- Antes de começar a estudar, reserve uma horinha para ler jornais e revistas. Manter-se em dia com as notícias faz bem e atualidades sempre caem no vestibular.

- Juntando as horas de preparo em casa/cursinho, você deve se estudar 9 horas todos os dias!

- Veja em quais horários você se sente mais disposta para estudar (manhã, tarde ou noite). Cada pessoa é diferente, e escolher a hora certa a ajuda a ter mais disposição.

- Aproveite os domingos, feriados e férias. Descansar a mente ajuda a desestressar e dá energia!

Quem deu as dicas: Tony Manzi (coordenador de professores do Cursinho Henfil).