Que tal ser designer de joias? Descubra se essa profissão tem a ver com você

 

Designer de joias guia de profissões

Maíra largou o curso de Desenho Industrial para se dedicar a uma paixão: o design de joias.

Quem não vive sem acessórios, está sempre antenada nas tendências de moda e possui criatividade notável tem muito a ver com a designer de jóias Maíra Perotti, uma carioca de 23 anos. Ela começou estudando Desenho Industrial, mas acabou trancando a faculdade para embarcar no curso técnico de Design de Jóias do Senac Rio.

Formada desde o ano passado, hoje ela tem a sua própria oficina, onde é responsável por tudo. “Muitas pessoas só criam o modelo, desenham e passam para um ourives (profissional que trabalha com metais preciosos) executar. Mas como tive aulas de ourivesaria na faculdade, sou apta a fazer isso também”, conta ela.

Motor de corte, maçarico, martelo e serras são só algumas das ferramentas nada glamorosas que Maíra utiliza para dar vida a suas criações. A partir da idéia na cabeça, ela começa a martelar uma amostra de latão para dar forma e ver como ficaria aquela peça pronta. Só depois deste primeiro molde ela começa a trabalhar com o metal precioso escolhido (ouro ou prata).

“Eu mesclo as jóias com pedras e cristais. Para a próxima coleção, quero começar a trabalhar com materiais alternativos, como madeira e folhagens”, conta ela. E criatividade é o que mais conta nessa área.

“Tem que deixar fluir, não ter medo de inovar. Ver a sua criação pronta e as pessoas usando, é a coisa mais gostosa que existe”.