Se você é do tipo que até tenta, mas não consegue prestar muita atenção nas aulas, e acaba viajando na maionese dia sim, outro também, aí vão algumas dicas de como botar uma ordem nos pensamentos, para se concentrar no que realmente interessa

Por Rita Trevisan e Giovana Pessoa

4 dicas para prestar mais atenção nas aulas 

Foto: Shutterstock

Nosso cérebro funciona como um computador, com várias pastas que guardam nossa memória. Quando precisamos lembrar algo, é só procurar nesses arquivos. Mas tem uma coisa: para conseguir armazenar as informações, é preciso prestar atenção no que está rolando ao nosso redor, como na aula, por exemplo. “Se a garota estiver distraída, os estímulos externos, no caso as palavras do professor, poderão passar completamente despercebidos”, explica a psicopedagoga Silvia Amaral.

É justamente o que acontece quando ficamos sonhando com o Justin Bieber e nem conseguimos escutar direito o que o prófi está dizendo. Daí, na hora de estudar, é como se nunca tivéssemos aprendido sobre aquele assunto. E taí o perigo: as notas vão acabar caindo de bobeira!

Por saber disso é que o professor chama a atenção da galera quando pega alguém conversando, trocando bilhetinhos ou fuçando no celular. Afinal, quando tentamos fazer duas coisas ao mesmo tempo, acabamos dividindo a nossa atenção entre elas e não completamos nenhuma direito. “Você pode até continuar acompanhando o que o professor fala enquanto mexe no celular. Mas pode ter certeza de que, depois, não vai conseguir lembrar quase nada do que foi dito”, alerta Silvia. E o pior é que, pra recuperar o tempo perdido, você vai ter uma baita trabalheira: acabará precisando estudar mais e, além de perder tempo, vai terminar a tarefa muito mais cansada e estressada.

Tá difícil se concentrar?

Às vezes, parece impossível manter a atenção numa coisa só. Mas pode acreditar: se fizer uma forcinha, vai conseguir. “A concentração é um hábito. Se começamos a nos empenhar para prestar atenção em algo, logo nos acostumamos e aí o esforço passa a ser cada vez menor”, explica a psicopedagoga Georgia Vassimon. Ela e outros especialistas separaram algumas dicas bacanas para você começar a treinar essa habilidade já!

Antes da aula

* Separe o seu material e o uniforme um dia antes da aula, principalmente se vai de manhã à escola. E durma bem, o suficiente para acordar sem sono. Assim, vai chegar ao colégio na hora certa, tranquila e bem-disposta, e conseguirá prestar mais atenção no que precisa.

Na hora H

* Deixe tudo o que precisa à mão, para não ter de ficar mexendo na mochila enquanto o professor fala. Mas SÓ o que precisa, tá? Celular, MP3 e outras coisas que não têm nada a ver com a aula devem ficar guardadinhos até a hora do intervalo. E se você sabe que não consegue se segurar e que vai acabar caindo na tentação de dar uma espiadinha no whats, nem leve o aparelho para a escola!

* Além de copiar o que está na lousa, vale ir anotando tudo o que o professor disser e que você achar que é importante. Isso ajuda a manter a concentração na aula e a lembrar o que aprendeu depois.

* Sempre que pintar uma dúvida, não tenha vergonha de parar a aula e pedir que o professor explique novamente. Ninguém consegue prestar atenção numa aula por muito tempo se não puder acompanhar o raciocínio do professor. Agora, se você acha que não é a única que não entende o conteúdo e todas as suas amigas estão reclamando também, a alternativa é falarem juntas com o professor, para tentar sugerir mudanças. Tudo o que você fizer para facilitar o entendimento da matéria será excelente para a sua concentração.

* Fazer um comentário ou outro, quando o professor está fazendo a chamada, por exemplo, não tem mal nenhum. Por outro lado, o excesso de conversinhas durante a aula vai impedir você de aprender e o resto da turma também, prejudicando até quem não tem nada a ver com a fofoca. E aí é sacanagem, né?

Depois da aula

* Ao terminar a lição e os trabalhos da escola, você está liberada para fazer o que gosta. Bater papo com as amigas, mexer no computador e ouvir música. Tudo isso vai ajudá-la a relaxar. Como consequência, na hora do vamos ver (ou da escola!), estará mais descansada e atenta.

* Procure estudar em local apropriado, para não ficar se distraindo toda hora. O ideal é ficar sozinha, num lugar calmo, silencioso e bem iluminado, tendo tudo o que precisa à sua disposição.

* Algumas atividades ajudam a desenvolver nossa capacidade de concentração. É o caso de jogos de tabuleiro, como o xadrez. Fazer palavras cruzadas, caça-palavras, sudoku, aulas de cerâmica, artes plásticas e de música também podem ser uma boa pedida. E até mesmo os esportes são excelentes para melhorar a habilidade de focar numa coisa só, por um tempinho. Os melhores são as artes marciais, a natação e a dança. #ficadica

Quem deu as dicas: as psicopedagogas Silvia Amaral e Georgia Vassimon, o diretor do colégio Vértice, Adilson Garcia, e a coordenadora do colégio Dom Bosco, Francisca Fawn.