Está se preparando para o Enem? Confira dicas de especialistas para estudar na reta final do exame e mandar superbem!

Dicas espertas para estudar na reta final do Enem 

Foto: Shutterstock

O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), que acontece nos dias 5 e 6 de novembro, é uma das principais formas de seleção para candidatos em diversas universidades do país. Quem ainda não começou a estudar, com dedicação pode tentar recuperar o tempo perdido, focando sobretudo na redação, já que ela é responsável por 50% da nota da prova. “É preciso criar o hábito de escrever, pelo menos, uma redação por semana”, recomenda a professora de Língua Portuguesa do Colégio Sesi Portão, Jaqueline Flugel.

Além da técnica, é necessário ficar antenado com o que está acontecendo no mundo – já que o Enem aborda assuntos atuais tanto na redação como nas próprias questões. Política brasileira, crise econômica e contratempos com o Ministério da Cultura são alguns temas possíveis, acredita Jaqueline. “A questão de gênero e padrões de família deve ser algo presente também”, diz. Ler jornais, revistas e sites noticiosos é fundamental dentro da rotina de estudos.

Dia a dia 

Além das horas que você passa na escola, é preciso se dedicar em casa. O recomendável, de acordo com a professora de psicologia do IEL Paraná, Elba Neri Moreira de Miranda, é que sejam destinadas três horas ao dia. “É necessário que ele tenha ao menos mais três horas para fazer uma atividade física, ficar com os pais. A sobrecarga de estudos acaba sendo prejudicial pois, no outro dia, o estudante acordará cansado”, ressalta.

Dormir oito horas por dia é outra regra, segundo Elba, para que o cérebro funcione bem. Nessas três horas, nada de interrupções: deixe uma garrafa de água ao lado e estude de forma contínua. “Se paramos por muito tempo, demoramos a nos concentrar”, explica Elba, que sugere que a rotina seja organizada por um número de disciplinas a cada dia (além da redação, que pode ser encaixada nessas horas). 

Aos fins de semana, para alunos que já têm uma rotina de estudo há meses, a psicóloga aconselha estudar por um período (sábado de manhã, por exemplo) e descansar o outro 1 dia e meio. Para quem não está em dia, os estudos devem acontecer nos dois dias, por um período inteiro (manhã ou tarde). 

Prova

No dia do Enem, a professora orienta que o estudante comece pelas matérias que domina. “Depois, vá gradativamente para as mais difíceis. Dessa forma, o tempo é melhor aproveitado. No dia da redação, comece por ela, quando o cérebro está bem descansado, e reserve 40 minutos no final para revisar, complementar, e passar o texto a limpo”, ensina Elba.