Ministério Público Federal do Ceará entrou com uma ação para adiar a prova do Enem. Entenda!

Entenda por que a prova do Enem pode ser adiada em todo país

Foto: Shutterstock

O Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) está previsto para acontecer nos próximos dias 5 e 6 de novembro, porém, uma ação pode adiar a data da prova. O MEC anunciou na última segunda-feira, 1, que o exame seria adiado para 191,4 mil participantes, pois 304 locais de provas estão ocupadas por integrantes de um movimentos estudantis que estão contra a Medida Provisória que prevê a reformulação do ensino médio e a PEC 241. Segundo o Inep, esses inscritos realizarão a prova nos dias 3 e 4 de dezembro. 

Na última quarta-feira, 2, o Ministério Público Federal do Ceará entrou com uma ação para adiar a prova em todo o país. O procurador da República no Ceará, Oscar Costa Filho, pediu o adiamento porque considera que adiar as provas para um determinado grupo de pessoas pode atrapalhar a igualdade da seleção. Entenderam? 

O MEC informou que já está tomando as devidas providências para derrubar a ação. Segundo a nota, mesmo com conteúdos diferentes, as provas oferecerão o mesmo grau de dificuldade para todos os candidatos. 

O caso será julgado até a próxima sexta-feira, 4, por isso, fique de olho em todas as notícias, ok?!