Assine

Conheça o WomanLog. Esse app promete te ajudar a controlar seu ciclo menstrual. Confira!

App para controlar ciclo menstrual 

Foto: Shutterstock

O app WomanLog é um calendário interativo que ajuda a garota a controlar o ciclo menstrual e os seus dias férteis. É muito prático! Além disso, o aplicativo conta com estatísticas sobre a saúde, controle de humor (necessitamos!), registro de peso atual, informações sobre o uso de pílulas anticoncepcionais e espaço para anotações diárias.

Ele ainda conta com proteção por senha e backup de informações. Assim, nenhum xereta pode ver as suas infos. Disponível para iOS e Android.

Saiba mais e fique esperta com o sexo oral


Foto: Reprodução/Tumblr

“Olá, Atrevida. Queria saber se tenho chance de pegar HPV ou outra DST pelo sexo oral. É preciso usar camisinha também quando fazemos isso?” - M.F., por e-mail

Querida M., lamento informar que as DSTs podem ser transmitidas por via oral também. Por isso, é preciso se cuidar de todas as formas. Hoje em dia existem preservativos com gostos e texturas diversas exclusivamente para esse fim. Algumas pessoas gostam de dizer que fazer sexo oral com camisinha é o mesmo que comer bala com papel, mas isso é uma bobagem. O principal é sempre se cuidar e não se colocar em situações de risco.

Por Dr. Renato Ferrari, ginecologista do Hospital Universitário Clementino Fraga Filho.

Será que chegou a hora de você ter a primeira transa?

Foto: Reprodução/Tumblr

Foto: Reprodução/Tumblr

“Não sei se devo ter a minha primeira vez ou não. Tem dia que eu tenho muita vontade e outros que eu morro de medo. Meu namorado fica sem entender nada, mas eu estou realmente em dúvida. O que eu faço?” - C.D., por e-mail

C., a primeira vez é muito especial, tanto para a menina quanto para o menino. Por isso, deve ser bem consciente. Pense bastante em sua idade e veja se ela comporta essa responsabilidade. Só se consegue uma experiência prazerosa nessa primeira vez e para a vida inteira se a sua escolha for madura e consciente. Você deve ter certeza se é o rapaz certo, se gosta dele o suficiente e se ele é responsável. Vale também agendar uma consulta com um ginecologista para os primeiros aconselhamentos e orientações. Quando decidir ter a sua primeira vez, você deve estar prevenida, isto é, deve estar tomando anticoncepcional de acordo com a orientação de seu médico, e ciente de que o seu namorado deve usar preservativo para evitar a gravidez precoce e as DSTs. Não tenha pressa, a primeira transa pode acontecer naturalmente quando o amor do casal amadurece. E no seu tempo, sem pressão.

Sim, é supernormal ficar encanada depois da primeira vez. Quer ver quais são as principais dúvidas que podem sugir no dia seguinte?

Foto: Reprodução/Tumblr

É isso aí. A primeira transa rolou e todas as suas ansiedades e medos desapareceram completamente, certo? Não, necessariamente. É muito comum a gente ficar com várias dúvidas no dia seguinte. Respondemos algumas delas aqui:

- O meu corpo modifica depois da primeira relação sexual?
Nada modifica no seu corpo pelo sexo – a não ser pela ruptura do hímen (que nem sempre se rompe de primeira, é o chamado hímen complacente), mas isso ninguém vai notar, é claro. O que acontece é que, como muitas meninas têm a primeira relação durante a adolescência, há uma coincidência sobre as modificações naturais do corpo, como aumento dos seios e o aparecimento das curvas (cintura, quadril...). Mas o sexo, em si, não modifica nada em sua aparência.

- E se o gatinho não quiser namorar depois de termos transado?
Bem, como a gente já falou no início da matéria, sexo não é garantia de que o garoto vai se tornar seu namorado. Portanto, se você só transou para fazê-lo se tornar boyfriend, este não foi um bom motivo. Mas também não é razão para se chatear. Encare como uma experiência e pense melhor na próxima vez.

- Não foi bom, e agora?
Nem sempre a primeira vez é como num conto de fadas. Pode até fazer uma pesquisa com outras pessoas e você vai descobrir que muita gente teve uma estreia conturbada. É muito nervosismo, tensão, ansiedade, excitação, alegria, medo, expectativa... Tudo junto! Então, se não foi exatamente como você sonhava, tente não encanar tanto. Não é porque a primeira vez não foi boa que a segunda (terceira, quarta, todas as outras...) vai ser um fiasco.

- Eu me arrependi. Como faz?
Aí está mais uma razão para pensar duas vezes antes de iniciar sua vida sexual. Mas se já aconteceu, a única coisa que podemos dizer é: bola pra frente! Tente não ficar remoendo ou se culpar, seja lá qual foi o motivo do arrependimento. Caso este sentimento ruim não passe, vale conversar com alguém mais velho ou até mesmo buscar ajuda de um psicólogo, pra que você não crie bloqueios no futuro. E lembre-se: quando for transar de novo, procure estar um pouco mais segura (pra isso, volte no começo da matéria e leia todas as nossas dicas de novo!).

- Devo contar para os meus pais?
A sua vida sexual pertence a você mesma e não é um assunto público. Conte para eles se for necessário (se você tiver algum problema que precise da ajuda deles, por exemplo) ou se sentir que realmente deve fazer isso. Mas evite dar detalhes. O mesmo vale pras suas amigas. O que é seu é seu.

- Quais cuidados devo ter com a minha saúde depois da primeira vez?
Os mesmos cuidados de antes: visitar o ginecologista. O ideal é fazer uma consulta por ano, pelo menos, para ver se está tudo bem com seu corpo e tirar dúvidas que você possa ter. Porém, é importante consultar o seu gineco se aparecer qualquer problema. Sua saúde em primeiro lugar! Ah, e não se esqueça de continuar se protegendo em todas as relações, combinado?


Você escuta todo mundo falar, mas tem um montão de dúvidas quando o assunto é orgasmo? Nós esclarecemos algumas para você!

Foto: Reprodução/Tumblr

Foto: Reprodução/Tumblr

- O orgasmo é o momento de intenso prazer físico e emocional durante o sexo, e é seguido por ciclos de rápidas contrações musculares nos músculos pélvicos. Nos homens, ele geralmente vem acompanhado da ejaculação.

- Os tão comentados “orgasmos múltiplos” são os mais demorados, em que a sensação é de que um termina e outro começa em sequência, sem tempo de descanso. Mas não pense que tem algo de errado com você caso não tenha um. Isso não é muito comum de acontecer!

- Para chegar ao orgasmo é necessária a estimulação direta ou indireta do pênis ou do clitóris, que pode ser causada por atividade sexual, masturbação, sexo oral, etc.

- Além de proporcionar o bem-estar momentâneo, o orgasmo pode trazer benefícios à saúde física e mental. Ele pode aliviar dores como enxaquecas e cólicas menstruais, pois libera endorfina e oxitocinas em quantidades até cinco vezes maiores do que o normal, e essas substâncias são responsáveis pelo controle da dor.

- O orgasmo também é capaz de aliviar tensão musculares, promovendo o relaxamento do corpo todo, o que faz o seu sono melhorar consideravelmente.

Está com dúvidas na hora de colocar a camisinha? A Atrê te ajuda!

Foto: Reprodução/Tumblr

Foto: Reprodução/Tumblr

Chegou a hora. Você decidiu transar porque se sentiu pronta e é o momento de desabotoar o sutiã, segurar o coração pra não sair pela boca, tentar relaxar e fazer deste um momento muito especial e prazeroso. Porque ele é mesmo!

Mas nunca cansamos de repetir: sexo TEM de ser com camisinha desde a primeira vez. Ainda que você opte por tomar pílula anticoncepcional, usar o preservativo é fundamental. É ele que vai proteger vocês de doenças sexualmente transmissíveis – como aids, gonorreia, sífilis, HPV, clamídia, entre outras – além de uma gravidez indesejada. Ainda está com dúvidas sobre esse método de prevenção? A Atrê te ajuda!

- Tem que usar em todos os tipos de relação sexual: vaginal, anal e oral. Afinal, você pode pegar uma DST fazendo sexo oral ou anal também.

- Coloque a camisinha antes de qualquer contato do pênis com a vagina, ânus ou boca. Essa história de colocar só quando for ejacular não rola. O pênis solta um líquido discreto antes de ejacular, que pode conter espermatozoides.

- Troque a camisinha a cada relação. Assim, não há risco de ela rasgar nem de você pegar alguma infecção. Não economize!

- Sempre preste atenção no prazo de validade do preservativo e nas condições em que ele foi armazenado. Evite guardar na carteira por muito tempo, por exemplo.

- Quando usada corretamente, a camisinha tem eficácia de proteção de 98%. Ou seja, com ela, as chances de se contrair uma doença ou ter uma gravidez indesejada são mínimas.

Será que o preservativo é o método mais seguro de prevenção?

Foto: Reprodução/Tumblr

Foto: Reprodução/Tumblr

“Tenho 14 anos, e eu e meu namorado já queríamos transar, mas tenho muito medo porque não tomo pílula. Posso transar só com a camisinha ou é preciso tomar pílula também?” - T.S., (14 anos), São Paulo – SP

Transar sem tomar pílula ou outro anticoncepcional é o maior vacilo, T. Porque você pode sim engravidar caso a camisinha fure ou esteja com algum defeito. Para não correr esse risco, você deve se consultar com um médico sobre o uso do anticoncepcional, ele poderá te indicar o melhor método e te dar mais informações sobre seu uso. Hoje em dia existem vários métodos anticoncepcionais, como adesivos, injeções e a pílula. Junto com seu médico, vocês poderão encontrar qual desses se adéqua melhor a você e assim te deixará tranquila para ter relações sexuais com seu namorado.

O Dia Mundial de Luta Contra a Aids é celebrado hoje, dia 1º de dezembro

Foto: Shutterstock

Foto: Shutterstock

Hoje é celebrado o Dia Mundial de Luta Contra a Aids, criado com o intuito de te deixar mais esperta e atenta com os riscos que a Aids e as doenças sexualmente transmissíveis oferecem.

Para marcar a data, a L'Oréal Professionnel promove o Salão Solidário, ação social com vários salões de beleza de todo o país, na qual toda a renda arrecadada com os cortes de cabelo será revertida para a Sociedade Viva Cazuza, que cuida de crianças portadoras do vírus HIV/Aids.

A campanha contará com mais de 200 profissionais e 30 salões de beleza durante todo o Dia Mundial.Dá uma olhada no site para saber quais serão os salões participantes e #partiuajudar. Anotou a dica?

Não vacile!
A Aids é uma doença que ataca o sistema imunológico, abrindo espaço para que infecções ataquem o corpo, causando sérios danos e até morte. A infecção da Aids se dá pelo HIV, vírus transmitido pelo sangue, esperma ou secreção vaginal. Por isso, para evitá-la, só tem um jeito: usar camisinha em todas as relações sexuais! Nada de vacilar, ok? Como não dá pra saber pela aparência se uma pessoa é portadora do HIV, exija que o garoto use o preservativo, do contrário, pule fora! Lembre-se: só você é responsável pela sua proteção! Combinado?

 

Calma! A Atrê te conta como você deve agir!

Foto: Reprodução/Tumblr

Foto: Reprodução/Tumblr

“Eu e meu namorado já estamos pensando em ter a nossa primeira relação sexual, mas, ao mesmo tempo, tenho medo de que a camisinha possa estourar na ‘hora h’. Não sei o que fazer se isso acontecer. Me ajudem, por favor?” -A.P., 14 anos, São Paulo - SP

Usar camisinha previne doenças sexualmente transmissíveis (DSTs) e também uma gravidez não planejada. Porém, quando se pretende evitar a gravidez, a camisinha não é um método completamente seguro e há necessidade de uma prática mais eficiente. Há vários tipos de contraceptivos disponíveis no mercado, como a camisinha masculina, a feminina, o dispositivo intrauterino (DIU), contracepção hormonal injetável, contracepção hormonal oral (pílula anticoncepcional), implantes, espermicida, abstinência periódica, contracepção de emergência, etc. Dentre tantos métodos disponíveis, torna-se necessário procurar um médico para auxiliá-la na escolha de qual utilizar, pois ele levará em consideração a sua idade, a frequência com que mantém relações sexuais, e, principalmente, a sua saúde. É importante ter consciência de que qualquer método escolhido só funcionará se for utilizado da maneira correta. Faça uma boa escolha e curta a sua vida, girl. Não vale a pena se estressar e desperdiçar a sua energia com essas neuras.

Solucionamos as maiores dúvidas que as garotas tem sobre virgindade

Foto: Reprodução/Tumblr

Foto: Reprodução/Tumblr

A primeira vez costuma ser um bicho de sete cabeça para as meninas, né? Pensando nisso,a Atrê foi atrás das cinco maiores dúvidas sobre virgindade e primeira vez e responde agora pra você:

É possível perder minha virgindade usando absorvente íntimo?
A virgindade está vinculada ao rompimento do hímen, e como os absorventes internos são muito finos e não podem causar este rompimento, eles não tiram a virgindade. 

Com quantos anos posso começar a ter relações sexuais?
Não há uma idade estipulada para iniciar as relações sexuais. O importante é que se faça com segurança, sem nenhum tipo de pressão, e com a pessoa certa, para não se arrepender depois. Antes de iniciar a vida sexual é muito importante se consultar com um ginecologista para algumas orientações que farão toda a diferença. A menina deve saber como se prevenir de doenças ou de uma gravidez indesejada. 

É possível descobrir se a menina não é mais virgem?
A menina que é virgem possui uma película chamada hímen na região da entrada da vagina, que se rompe de forma permanente após o ato sexual com penetração. Mas fora o ginecologista ninguém poderá dizer se a menina ainda é virgem ou não. Um garoto ou sua mãe, por exemplo, não têm como saber!

Todas as meninas sangram quando perdem a virgindade?
Não. A lubrificação da vagina antes do sexo pode ajudar a não sangrar. Além disso, 20% das mulheres têm o chamado hímen complacente (quando ele tem muita elasticidade e volta ao normal depois do ato sexual), que não se rompe durante o sexo, logo, não causa sangramento.

Por que a primeira vez dói?
Normalmente a primeira relação causa incômodo porque a menina está vivendo uma situação nova e é natural ficar ansiosa. Afinal, são muitas descobertas. Essa ansiedade acaba causando redução da lubrificação vaginal e contração de toda a musculatura do períneo (o conjunto de músculos que ficam ao redor da vagina e do ânus), que tornam a penetração mais difícil. Além disso, a ruptura do hímen também pode gerar dor para algumas meninas. O mais importante é estar confortável, em ambiente seguro, com um parceiro que você confie e usando preservativo. Esses detalhes ajudam muito.

Será que existe essa possibilidade? Veja a resposta que a Atrê deu para essa dúvida de leitora!

Foto: Reprodução/Tumblr

Foto: Reprodução/Tumblr

"Comecei a me masturbar por curiosidade. E, na primeira cez, não saiu sangue, mas acho que perdi a virgindade. Agora estou com um corrimento. Morro de medo de ir ao ginecologista e ele contar para a minha mãe. Isso é grave? Como faço para falar com ela?" - A. S., 13 anos, São Paulo - SP

A., você não precisa sentir vergonha de ter tido experiências sexuais, principalmente as relacionadas à masturbação. A sexualidade é algo normal e íntimo. Você não precisa dividir as suas experiências pessoais com amigas, por exemplo, mas é importante que divida com um especialista que possa fazer um exame ginecológico e também solicitar alguns exames laboratoriais. Assim você poderá tirar as suas dúvidas, e tendo algum problema, o médico saberá indicar o tratamento adequado. A masturbação normal - como a que você relatou -, com as mãos limpas, não traz nenhuma consequência, por isso, é importante que procure um ginecologista o mais rápido possível. Não tenha medo nem vergonha de procurar ajuda quando precisar, isso é supernormal, viu? Tudo de melhor, querida!

Por Sônia Eustáquia, sexóloga e psicóloga pós graduada em sexualidade humana. 

Camisinha ou pílula? Será que os métodos são mesmo eficazes?

Foto: Shutterstock

Foto: Shutterstock

“O meu namorado reclama de usar a camisinha, e mesmo tomando pílula tenho medo de engravidar. Se eu resolver transar com ele sem camisinha depois do fim da minha menstruação existe a possibilidade de engravidar?” - M.B., 15 anos, Salvador - BA

Continue tomando a sua pílula porque ela é um contraceptivo efi caz. A camisinha é eficiente na prevenção de doenças sexualmente transmissíveis (DSTs) e também ajuda a prevenir uma gravidez. Consulte um ginecologista para se orientar melhor sobre o uso da pílula. E lembre-se: a pílula previne a gravidez e a camisinha evita principalmente as DSTs. Tanto a gravidez sem planejamento quanto a possibilidade de doenças são acontecimentos que mudam a vida. Percebi pela sua pergunta que você precisa de uma orientação bem pessoal, com um profi ssional que irá conversar sobre o grau de confiança que você tem em seu namorado para optar pelo não uso da camisinha. Um vacilo pode prejudicar a sua saúde e mudar a sua vida para sempre. Por isso, você deve pensar muito antes de aceitar, ok?