A Carol viajou para os EUA em vez de ter uma festa de 15 anos. Apaixonada pelo país do Mickey, ela voltou para cá determinada a retornar, mas não foi fácil convencer sua mãe. Conheça a história dela!

Foto: Arquivo Pessoal

Foto: Arquivo Pessoal

 “A ideia de fazer intercâmbio surgiu quando eu tinha 14 anos; enquanto todas as minhas amigas falavam da famosa festa de debutante, eu sonhava com meu intercâmbio, e já pesquisava sobre isso todos os dias. Ao falar para minha mãe que eu queria fazer intercâmbio, ela praticamente pirou e me disse que jamais me deixaria ir assim tão nova. Mas ela acabou deixando eu trocar a festa tradicional de debutante por uma viagem para a Disney, que foi superlegal!

Eu amei tanto a viagem que quando voltei, estava apaixonada pela ideia de passar um ano no exterior me aventurando, aprendendo novas coisas e vivenciando a cultura americana no dia a dia. Passava dias incansáveis vendo diários de intercâmbio, lendo blogs (até apresentação no Power Point eu fiz para tentar convencer meus pais!), e um dia, finalmente, consegui.

Foto: Arquivo Pessoal

Foto: Arquivo Pessoal

Peguei a última vaga disponível na agência, como diz a tão famosa expressão “aos 45 do segundo tempo”. A partir daquele momento, percebi que meu sonho se tornaria realidade. Meu intercâmbio nos Estados Unidos não podia ter sido melhor, faria tudo novamente. Claro que no começo foi difícil para me acostumar com a ideia de estar sozinha em um país desconhecido, sem meus pais, meus amigos, enfim, tudo que antes era minha rotina passaria a ser uma saudade.

Aprendi tantas coisas, vivi em um mundo surreal, onde tudo que eu imaginava se tornou realidade: pude desfrutar o Halloween (dia das bruxas), o Thanksgiving Day (dia de ação de graças), a neve, um típico Natal americano, uma escola no estilo dos filmes que assistimos aqui, e uma família que me acolheu de braços abertos. Não tenho palavras para descrever o quão agradecida eu sou pela “host family” que me acolheu por lá, eles foram sem dúvida a melhor parte da minha nova vida. Eles me abriram um novo horizonte, sou realmente muito agradecida.

Quando cheguei ao Brasil, percebi que tudo estava tão diferente, mas ao mesmo tempo tão igual ao que eu tinha deixado. Na verdade, quem havia mudado tinha sido eu. Aprendi a me virar, que nem tudo é do jeito que nós queremos e que às vezes temos que abrir mão de algo para não afetar quem nós gostamos. Quando eu quis me aventurar em tal experiência, imaginei que o maior dos meus ganhos seria a fluência no inglês, mas hoje eu percebo que isso só foi uma consequência. Se tiver a oportunidade de fazer uma viagem assim, agarre-a com todas as suas forças e desfrute o máximo!”

As coisas mais legais
- Fiz amizade com pessoas da minha idade de vários lugares do mundo e aprendi sobre a cultura de cada um deles.
- Participei de esportes na escola e vivenciei como é estar em um time.
- Vi neve pela primeira vez.

... E uma coisa chata
- Senti muita falta da minha família. De lá, vi fotos da minha família toda reunida no Natal e senti que tinha ficado de fora. Mas neste ano vou ficar bem ao lado deles!

Agradecimento: Experimento Intercâmbio Cultural (www.experimento.org.br).

Chega de dúvidas! Você vai arrasar na sua viagem aos parques mágicos da Disney

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Qual é a melhor época para viajar?
Para conhecer os parques o ideal é ir entre junho e setembro, ou seja, você tem um ano para se planejar! Esse é o período do verão americano, então será possível aproveitar também os parques aquáticos.

É melhor ir para a Disney em grupo ou com a família?
Depende muito do ponto de vista de cada um. Para quem nunca foi pra Orlando, a viagem em grupo pode ser mais bacana, já que, assim, você vai estar acompanhada de um guia, o que faz toda a diferença.

Posso viajar sem meus pais? O que devo fazer?
Sim, mas para isso você deve providenciar toda a documentação para menores desacompanhados. No site da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) você tem todas as informações para conseguir decolar sozinha!

Qual é a diferença de ficar em um hotel dentro ou fora do Complexo Disney?
Dentro do Complexo Disney você poderá desfrutar de todos os transportes para os parques. Outra coisa legal é que os quartos são temáticos e que, dependendo do período, o hóspede tem direito à “hora mágica”, ou seja, você poderá entrar nos parques uma hora antes de abrir para o público ou sair uma hora depois de fechar. Quem fica fora do Complexo escolhe a localização preferida – tanto para ficar mais perto dos parques quanto para ficar mais perto de outros locais de entretenimento, como shoppings. Os quartos de hotéis fora do Complexo, em sua maioria, também oferecem melhor estrutura, como frigobar ou micro-ondas.

Que roupas e sapatos devo levar na bagagem?
É importante colocar na mala roupas leves e sapatos confortáveis, já que a caminhada dentro dos parques dura o dia inteiro. Você pode levar também roupas que sequem com rapidez para passeios em parques aquáticos.

Quanto devo levar para visitar cada parque?
Para alimentação, aconselhamos que você separe em média US$ 50 por dia. Para outros gastos, é importante fazer uma lista do que pretende comprar e pesquisar com antecedência o preço médio de cada item. Assim, será mais fácil ter uma quantia média do gasto durante a viagem.

Preparamos um guia para você arrasar nos parques que ficam na Califórnia

Quer conhecer os parques americanos diferentes da Disney? A Atrê te recomenda os incríveis brinquedos radicais dos parques do lado oeste dos Estados Unidos, mais precisamente na Califórnia. E olha que eles são #bapho! Se joga:

Six Flags Magic Mountain - Valencia/CA

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

Curte brinquedos radicais? Brinquedos MUITO radicais? Então, o Six Flags californiano é para você. Corra já pra lá!

O parque é repleto de montanhas-russas incríveis como a Viper, com muitas inverções e um caminho repleto de curvas fechadas, a Goliath, que é suuuuperalta e a X2. O lugar é recomendado para quem tem muuuita coragem e, para quem curte, pode curtir um parque aquático que fica colado no Six Flags.

Para entrar no parque, basta comprar o ingresso no valor de $66,99. Mas o recomendado é comprá-lo online, com até 3 dias de antecedência, ganhando um desconto de $20 por ingresso. O Six Flags Magic Mountain fica em Valencia, a cerca de 50 minutos de Beverly Hills. 

Continue Lendo

Leia a história da Ju, de 16 anos, que foi passar 5 meses no Canadá

Foto: Arquivo Pessoal

Foto: Arquivo Pessoal

“É difícil colocar em palavras ou tentar fazer caber em uma página as incontáveis histórias que essa viagem me proporcionou. Tudo começou há pouco mais de um ano, quando meu irmão mais velho sugeriu que eu fizesse intercâmbio e realmente ir aprender um novo idioma. Na semana seguinte fui visitar uma agência especializada e me apaixonei de vez pela ideia. Já comecei a correr atrás de tudo: passaporte, vários formulários e toda a documentação que meu colégio daqui precisava fornecer. Logo soube que ficaria em Nanaimo, uma cidade com 83 mil habitantes na costa oeste do Canadá.

Os últimos meses de 2012 não pareciam suficientes: visto, malas, roupas, ler TUDO sobre intercâmbio e tentar me preparar para ficar cinco meses longe de tudo que eu tinha como meu. O dia que recebi o perfil da família foi quando realmente me dei conta que faltava pouco tempo para partir. A partir de fevereiro eu seria parte de uma família de três crianças – Catherine, de 6 anos, Elizabeth, de 5 anos, e Georgina, que hoje tem quase 7 meses, mas era recém-nascida quando cheguei. Meus hosts eram um casal jovem, Jordan e Virginia. Ah, e a casa também tinha um cachorro: um boxer chamado Rammie!

Despedi-me do Brasil em 1º de fevereiro. Chorei a noite anterior inteira, mas a despedida no aeroporto foi tranquila. Acho que ainda não tinha me dado conta de que só voltaria pra Porto Alegre depois de meses! Cheguei a São Paulo, agora oficialmente sozinha, e então me deparei com outros 40 jovens, a maioria de olhos inchados, tão nervosos quanto eu e na mesma situação.

Chegamos a Toronto, tivemos orientação do programa de intercâmbio e então mais um voo. Estava nervosa e já queria pegar um avião de volta para casa, mas nesse momento encontrei minha host mother, que me deu o abraço que me daria forças pra querer ficar. Minha nova família canadense era demais e eu me aproximei muito deles.

Os primeiros dias foram bem difíceis. Ninguém falava português além de mim, só alguns estudantes brasileiros na cidade. Tive que aprender a me virar. Ganhava carona todo dia de manhã pra escola e depois voltava de ônibus. Eu morava bem no início da cidade e do lado do maior shopping de lá. No início era bem frio, complicado de sair, e eu ainda não tinha feito muitos amigos. Ia pra escola, depois ia ao shopping para socializar um pouco e então pegar o segundo ônibus pra ir pra casa. Chegava perto das 16h e jantávamos mais ou menos uma hora depois disso. Era o tempo que eu tinha pra ligar pros amigos, postar fotos, manter todo mundo atualizado e ficar com a nova família. Conviver com minha host family ajudou bastante na prática do inglês. Nós conversávamos bastante e eles me corrigiam quando eu falava algo errado.

Frequentei uma escola pública canadense e fiz aulas bem diferentes. Durante a primeira metade do intercâmbio fiz as matérias que o MEC [o Ministério da Educação brasileiro] pede para validar o tempo que passei lá e assim poder terminar o ensino médio quando voltasse. Na segunda metade do período que passei no Canadá fiz outras aulas, como Foods and Nutrition (Culinária) e Physical Education (Educação Física), em que tive a oportunidade de jogar 14 modalidades diferentes, tipo softball, futebol americano e lacrosse.

Foram cinco meses inesquecíveis e as pessoas que eu conheci lá ficaram pra vida toda. Foi complicado voltar e eu sinto falta deles todos os dias. No fim das contas, a parte mais difícil foi dizer adeus ao Canadá e voltar para o Brasil.”

Dicas para curtir muuuuito o parque do bruxinho que a gente ama tanto

Imagina andar pelas ruas de Hogsmeade, conhecer o castelo de Hogwarts e comer feijões de todos os sabores com as amigas? No parque do Harry Potter, no Universal Studios, é possível fazer tudo isso, além de dar uma volta inacrê em cima de um hipogrifo. Demais, né?

A Atrê selecionou alguns pontos que não podem ficar de fora da sua visita ao parque do menino bruxo. Dá só uma olhada:

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

A réplica do castelo de Hogwarts é igual, gente! Com mais de 50 metros de altura, a escola é aberta aos visitantes, que poderão entrar na sala de Dumbledore, acompanhar uma aula de Defesa conta as Artes das Trevas e até passear pelos salões comunais das casas. A melhor parte fica para o final, quando podemos fazer um voo virtual pela escola. Incrível demais!

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

Para quem gosta de adrenalina, pode correr para uma batalha entre os dragões do fogo e do gelo. A montanha russa Dragon Challenge é repleta de curvas e looping radicais. Além de ser um brinquedo invertido (onde os trilhos são em cima do carrinho), são dois caminhos diferentes (dragão do fogo ou do gelo) que você pode escolher. Muuuito radical! 

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

Para quem quer curtir uma montanha russa mais tranquila, pode ir para a Flight of the Hippogriff, um passeio em cima do Bicuço (lembra do hipogrifo no filme Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban?). O brinquedo é bem mais tranquilo que a Dragon Challenge, mas é tão divertida quanto. O mais legal é que, no início da atração, Hagrid dá uma aulinha básica aos visitantes sobre o animal. Demais!

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

Hogsmeade é o grande centro comercial do parque. Lá você pode comprar praticamente todos os objetos vistos nos filmes de Harry. Camisetas, produtos de quadribol, agasalhos, uniformes, sapos de chocolate, Feijõezinhos de todos os sabores, varinhas mágicas e muuuito mais. É uma infinidade de produtos incríveis para você voltar do parque com muitas lembranças. 

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

E é claro que no parque do Harry tinha que ter a réplica exata do Expresso de Hogwarts. A locomotiva está exposta no parque em tamanho real e de tempos em tempos anuncia a chegada de novos visitantes ao parque. Sensacional, né?

Londres é uma cidade clássica que respira cultura. Que tal comemorar os seus 15 anos por lá?

Foto: Shutterstock

Foto: Shutterstock

Londres é uma das cidades mais charmosas que existem, né gente? É impossível caminhar pelas ruas sem se apaixonar pelas casas megafofas. E se você pretende ir pra lá na sua viagem de 15 anos (ou em qualquer outra época do ano), leia nossas dicas e fique por dentro das coisas mais legais da capital inglesa. 

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

Compras
Separe pelo menos um dia inteiro da sua viagem para fazer umas comprinhas. Corra para a Oxford Street. Lá você poderá encontrar lojas como Zara, H&M e Chanel por um preço bem mais em conta. Na Primark, você poderá comprar roupas liiindas, sapatos e bolsas por um preço MUITO acessível. Tudo lá não passa de 20 euros. Se você tem um estilo mais alternativo, pode ir para a Camden Town e se jogar nas lojinhas.

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

Para comer
Londres tem restaurantes incríveis para você se deliciar com a culinária inglesa. No The Camarel Room, você poderá experimentar diferentes pratos inspirados na moda. Com 49 euros por pessoa, é possível tomar chás deliciosos, mais as iguarias. Nossa dica também é procurar um Café Rouge, um bristô muito fofo, com várias filiais espalhadas pela cidade. Se não quiser gastar muito, pode recorrer aos botecos de Camden Town também. 

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

London Eye
Não deixe de dar uma voltinha na roda-gigante que é símbolo de Londres. Do alto da atração, é possível enxergar praticamente a cidade inteira e ter uma vista linda do Rio Tamisa e do Big Ben. Uma dica: procura garantir o seu ingresso para a London Eye com antecedência. Assim, você evita as filas. 

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

Palácio de Buckingham
Se você for no verão, não deixe de vistar o Palácio Real. Nesta época, a família real está de férias, então é possível fazer um tour pelas salas reais por apenas 30 euros. Que sonho, né?

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

London Film Museum
No museu, você verá bonecos incríveis de vários sucessos do cinema, como Harry Potter, Star Wars e Alien. Nele, também é possível encontrar também diversos cenários diferentes de filmes. Não deixa de conferir, fica bem próximo a London Eye.

 

A cidade é uma das minhas lindas e badaladas do mundo! Pronta para curtir muito?

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

Agora em julho, muitas garotas que se formam no colégio em 2013 estão embarcando para a cidade de Cancún, no México, para celebrar o fim da escola. E a cidade é simplesmente incrível, gente! 

O paraíso mexicano banhado pelo Mar do Caribe tem tudo para propor para você uma semana de muuuita badalação e recheada de praias liiiindas! Não deixe de conhecer o Parque Garrafón, localizado na Isla Mujeres. Lá, você pode nadar com os golfinhos e ir em uma tirolesa com uma vista maravilhosa para o mar. 

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

Quem gosta de curtir a história local, pode conhecer uma das Sete Maravilhas do Mundo, localizada no sítio arqueológico dos Maias e templos antigos incríveis. Não deixe de conhecer a pirâmide Kukulkán, considerado o maior templo maia. 

E a noite de Cancún é mega badalada. Não deixe de ir a Mandala, uma danceteria top, ao ar livre e a The City, eleita uma das maiores baladas do mundo. 

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

Não deixe também de reservar um tempinho para fazer compras. Em Coral Negro, você encontrará muito artesanato e jóias feitas de coral. Lindas, lindas por um preço bem acessível.

Legal, né? Animou pra ir pra Cancun? 

Vai para a Disney nas férias? Então siga nosso guia e arrase!

Veja a Galeria

Dicas para curtir muuuito essa viagem a capital francesa na sua festa de 15 anos

Foto: Reprodução

Foto: Shutterstock

Já pensou para que lugar vai na sua viagem de 15 anos? Não? Então a gente te dá uma dica inacrê: Paris! E olha que procurando bem e fechando um pacote bacana, a viagem não sai tão cara, hein! E o melhor de tudo é que, além de fazer muitas compras e curtir muito, você vai conhecer vááááários lugares culturais hiperbacanas. Vamos embarcar nessa?

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Passeio na Eurodisney
A Eurodisney é a Disney para os turistas que estão na Europa. E olha que o parque francês não fica devendo muito para o americano, hein! É a versão completa do mundo de Disney, porém na Europa. Para adquirir os seus ingressos antecipados, clique aqui!

Museus
Paris respira cultura a cada esquina! O principal deles é o Louvre, que abriga cerca de 300 mil obras de arte. Quadros famosos como a Monalisa estão por lá. Outras opções de museus são o D'Orsay, famoso pelas obras impressionistas de Monet, o Centre Georges Pompidou e o La Villette, o maior centro de exposições de ciências naturais, do mundo. 

Foto: Shutterstock

Foto: Shutterstock

Torre Eiffel
É o símbolo de Paris! Você pode subir a torre e ainda almoçar ou jantar vendo Paris do alto do cartão postal. Demais, né? A única coisa ruim são as filas enoooormes que existem para entrar. Se você não gosta de altura, a opção é fazer um piquenique nas praças ao redor da torre. Não deixa de ser superdivertido. 

Culinária francesa
Se você, assim como nós, ja é viciada em Macaróns, vai adorar o resto da culinária francesa. Experimente o Cassoulet, prato supertípico francês que é uma delícia. Se puder, visite as cidades ao redor de Paris para conhecer os diferentes tipos de culinária.  

Comprinhas
O lugar certo de fazer compras em Paris é a Galeries Lafayette, um lugar incrível com vááááárias marcas incríveis por um preço bem mais baixo. Lá você poderá encontrar muitas marcas por um preço superacessível, já que elas são fabricadas na própria França. Se estiver disposta a gastar um pouco mais, vá na Rue du Faubourg Saint Honoré, uma das mais chiques da França e fica pertinho do Metrô George 5. 

E aí, curtiu as dicas? ;)

Ainda dá tempo de planejar as férias de julho! Comece desde já com as nossas dicas inacrês!

Chega essa época do ano e você já começa a pensar: o que fazer quando as férias de julho chegarem? Seria melhor viajar? Ou um intercâmbio? Ou é a época ideal para ir comemorar a sua festa de 15 anos com uma viagem incrível? Não importa o que você decidiu, a gente te ajuda com opções para todos os gostos! Confira:

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

Ilha de Malta: além de ser uma cidade super turística, com praias lindas, a Ilha de Malta é uma ótima opção para quem quer fazer um intercâmbio em inglês. A ilha é um point universitário, com diversas faculdades, além de ser uma opção mais barata para quem deseja estudar inglês fora do país. As praias do país são lindaaas para você curtir nos intervalos entre as aulas. 

Foto: Reprodução/Tumblr

Foto: Reprodução/Tumblr

Los Angeles, Califórnia: nas férias de julho, o verão estará bombando na cidade. É ideal para você que não curte frio e quer curtir as férias com muita praia, luais na areia e um bronzeado caprichado. Durante a noite, procure as inúmeras opções de balada em Hollywood, Venice e Sunset Boulevard. Tem para todos os gostos e bolsos! ;) 

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

Nova Zelândia: você é uma garota radical? Então a Nova Zelândia é a sua cara! Lá você poderá pular de para quedas, de bungee jump e muitos outros. A cidade de Auckland é ideal para quem adora adrenalina, mas também não dispensa umas boas comprinhas. 

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

Disney: vai fazer 15 anos? Então que tal escolher uma viagem para o mágico mundo da Disney? É um lugar liiiindo, ideal para quem ama as princesas e filmes da marca. Para quem gosta de adrenalina, a opção está nos parques da Universal Studios. Você poderá se divertir muito em montanhas-russas radicais, além de conhecer o parque do Harry Potter! #omg

Foto: Reprodução/Tumblr

Foto: Reprodução/Tumblr

Londres: a cidade é o destino ideal para você que adora cultura, conhecer museus, pontos históricos... ideal para quem quer fazer um intercâmbio cultural nas férias. A cidade também possui muitos points de compras. A maior dica é a Primark, uma loja inacrê lotade bolsas e roupas lindaaas por preços realmente muito baixos. Vá e arrase!

Já decidiu o seu destino? Conta pra gente qual é! ;)

Se seu sonho é comemorar os 15 anos passando uma temporada no exterior, mas seus pais não deixam, siga nossas dicas e prepare-se para a melhor viagem da sua vida

Por Paula Carone

Já vai arrumando as malas para a melhor viagem de sua vida | Foto: Reprodução

Já vai arrumando as malas para a melhor viagem de sua vida | Foto: Reprodução

Fazer um intercâmbio é uma experiência única e você sabe muito bem disso; já seus pais... Eles nem cogitam essa possibilidade. Mas se esse é o seu sonho, existe um jeito de convencê-los, sim!

“Morar sozinha, mesmo que por um curto período, exige responsabilidade e jogo de cintura. Seus pais precisam se sentir seguros de que você vai aproveitar a oportunidade e voltar sã e salva”, explica Marcelo Albuquerque, diretor da IE Intercâmbio.

Mas não pense que a opinião deles irá mudar de um dia para o outro. Converse bastante e exponha os motivos que a levaram a querer tanto vivenciar essa experiência. “Explique que o marcado de trabalho valoriza muito quem fez intercâmbio cultural e que isso pode ajudá-la em seu futuro”, aconselha Adriana Covelo, diretora da BEX Intercâmbio São Paulo.

O gerente de produto educacional e intercâmbio teen da CI, Gabriel Canellas, explica que quando você é mais nova, absorve mais coisas do que um adulto. Portanto, essa é a melhor fase para fazer uma viagem como essa. Outra dica é mostrar, em pequenas coisas, uma atitude responsável, como maior comprometimento na escola. 

 

Nova York é um roteiro descolado para a viagem de 15 anos. A Atrê foi até a Big Apple conhecer os lugares que aparecem nos filmes e seriados e tirou a prova: em Nova Tork, dá pra se divertir gastando pouco, e em qualquer idade!

Por Helena Dias

A Atrevida viajou até Nova York e comprovou: a cidade tem diversão garantida para sua viagem de 15 anos! E pra bolso de pai nenhum botar defeito! Além dos pontos turísticos, você ainda pode conhecer os lugares que aparecem nos filmes e seriados! Luxo, né? Se liga nas dicas de viagem da Atrê e descubra por que Nova York é um roteiro descolado para a sua viagem de 15 anos

Quer ganhar uma viagem dessas? Então concorra!

Times Square

A Times Square é um dos pontos turísticos mais famosos de Nova York
Foto: Helena Dias

Continue Lendo