27 maio 2017

Bye Ex, Bye! Playlist de músicas para superar o pé na bunda!

Bye

 

Olá, estou de volta com outra playlist!!

 

A ideia pra essa playlist surgiu enquanto tentava fazer as boxer braids no meu cabelo, iguais as da Perrie em Shout Out To My Ex, e pensei que seria legal criar um compilado de músicas feitos pra chutar a bad, principalmente a trazida pelo famoso pé-na-bunda.

Preparem-se pras 10 músicas+bônus, feitas pra dar cabo nesse sentimento de desolamento, te deixar menos borocoxô. Miga, vem que fazer a sorumbática só trás negatividade!

Ready? Set. Go!

 

1 – Shout Out To My Ex, Little Mix (https://www.youtube.com/watch?v=bFDzhKdrN9M

 

"Superado"

“Superado”

Cês acharam que não ia ter as misturinhas hoje, né? Quer hino melhor do quê esse? Minha filha, essa música é tão perfeita pra superar o pé no sentador que deveria ganhar uma medalha. Sério! A mensagem é tão explícita que tá até no título dela, ‘Shout Out To My Ex’ basicamente quer dizer ‘Essa Vai Pro Meu Ex’.

“[…]I’m all the way up. I swear you’ll never bring me down…” (Tô caminhando pra cima, e vinhado, tu nunca vai me pisar!)

Outras músicas das Little Mix feitas pra foto de superação no insta: Hair, Grown, How Ya Doin’?, Stand Down.

 

2 – Ex’s & Oh’s, Elle King (https://www.youtube.com/watch?v=0uLI6BnVh6w)

#ElleQueen

#ElleQueen

Bicho, além de feminista e ativista LGBT, plus size MARAVILHOSAA, a bicha fecha, a bicha lacra! Elle King é a deusa dona do meu hino de superação! O crush ignorou, em vez de fita mando o link dela cantando! ‘Ex’s & Oh’s’ é o tipo de música que você coloca pra tocar no último volume quando tu tá meio taciturna, e é só ouvir as primeiras notas e já tá prendendo a fivela do salto e partindo pro próximo.

“One, two, three… They gonna run back to me, ‘cause I’m the best baby that they never gotta keep…” (1,2,3… Eles correm de volta pra mim, pois sou a melhor garota que eles nunca conseguem segurar)

Mais músicas pra curtir na baladinha em casa: Last Damn Night, America’s Sweetheart, I Told You I Was Mean.

3 – Strong Enough, Cher (https://www.youtube.com/watch?v=zLt8lUBEPnM&list=PL9xh0BUVJk7W3YNhv6GX0_aibirSDdXWy)

Minha mãe me disse:"Um dia, você deveria se aquietar e casar-se com um homem rico." e eu disse:"Mãe, eu sou o homem rico."

Minha mãe me disse:”Um dia, você deveria se aquietar e casar-se com um homem rico.” e eu disse:”Mãe, eu sou um homem rico.”

Amizades, olha só, Cher é considerada a deusa da música pop, e não é a toa não! Ela já tá na estrada cantando e sendo um ícone, já fazem uns 55 anos! A Cherzoca já tá com 71 e tá ai, cantando e fazendo show. Com tanto tempo nos palcos é óbvio que ela tem música pra todos os gostos e situações, inclusive pra ajudar nos momentos de término. Strong Enough traz aquela mensagem maravilhosa de que não você não precisa dessa pessoa pra viver, você é forte o suficiente.

“I don’t need your sympathy. There’s nothing you can say or do for me…” (Não preciso da sua simpatia. Não tem nada que você possa dizer ou fazer por mim…)

Mais músicas do ícone pra colocar na sua playlist de superação pós-término:Bicho, não tenho coragem de listar meia duzia de músicas da Cher, sabendo que não consigo dizer nem mesmo minha preferida entre tantas. Pesquisa ai.

4 – Survivor, Destiny’s Child (https://www.youtube.com/watch?v=Wmc8bQoL-J0)

survivor

Menina, se tu nasceu nos anos 2000, então provavelmente ouvia Destiny’s Child com bastante frequência. ‘Survivor’ não é novidade para ninguém, mas ainda assim precisamos falar dela. Kelly, Beyoncé e Michelle fizeram MUITAS músicas de superação e essa é só uma delas. A mensagem é clara, sou uma sobrevivente, não vou desistir e não importa o quê você faça, tô melhor assim e vou sobreviver.

“Now that you’re out of my life, I’m so much better. You thought that I’d be weak without you, but I’m stronger…” (Agora que você está fora da minha vida, estou muito melhor. Você achou que ficaria fraca sem você, mas estou mais forte…)

Mais musiquinhas das crianças do destino pra tocar enquanto come pizza com o sangue do seu ex: Independent Women Part 1 e Part 2. , Bills Bills Bills, Bootylicious.

5 – U+Ur Hand, P!nk (https://www.youtube.com/watch?v=YUtHjOvPKT0)

Eu tava bem até você entrar na minha vida

Eu tava bem até você entrar na minha vida

Pink, P!nk, Pinkzita, maravilhosa! Pensa numas músicas boas pra tacar a frustração da vida na parede e bater nela com a vassoura. Se não pensou nas músicas da Pink, pensou errado, pensa de novo. Ela tem as melhores e mais honestas músicas desse showbiz americano. Essa música é de fato meio imprópria, mas assim, brasileiro canta sem saber inglês, então tá tudo certo, já que a mensagem é maravilhosa. Basicamente é a música sobre um relacionamento meio capengando e que deu ruim, e agora ela tá vendo que começou errado e o fim foi inevitável, já que o cara era um ameba.

“[…]I’m not here for your entertainment! You don’t really want to mess with me tonight…” (Não tô aqui pra fazer showzinho não! Você não quer me triscar hoje!)

Mais uns sons pra ouvir enquanto taca papel higiênico na casa do ex: So What, Funhouse, Missundaztood, Trouble.

6 – I Don’t Need A Man, The Pussycat Dolls (https://www.youtube.com/watch?v=qBsEF7Qx09o)

Não preciso de uma aliança no meu dedo para me sentir completa.

Não preciso de uma aliança no meu dedo para me sentir completa.

Se você cresceu nos anos 2000, então além das Crianças do Destino (citadas acima), você também conhece de cor e salteado cada um dos singles das Pussycat Dolls. Elas ditaram moda durante um bom tempo, e ainda hoje quero aprender a dançar como elas (#MetaImpossível). Enfim, nessa música em especifico, elas dizem que não precisam de um carinha ai pra se sentir completa e feliz, tá melhor sozinha.

“[…]You know I got my own life, and I bought everything that’s in it…” (Cê sabe que tenho vida própria e paguei por tudo aqui)

Mais umas trilha sonoras pra arrasar na coreô: When I Grow Up, Buttons, Whatcha Think About That ft. Missy Elliot.

 

7 – Man! I Feel Like a Woman,  Shania Twain (https://www.youtube.com/watch?v=ZJL4UGSbeFg)

shania

De fato, não sou aquela fã de música country, mas abro exceções GIGANTESCAS pra Shania Twain. É só começar o ‘tãn nã nã nã nã Let’s go girls’ e eu já estou com botas e chapéu de cowboy dançando a quadrilha. Sérião, amo demais essa mulher! E nessa música em especial, sinto o empoderamento nas veias. Ela canta coisas do tipo, não interessa se sou mulher, faço o quê quiser sem precisar de um homem.

“[…]We don’t need romance, we only wanna dance…” (Não precisamos de romance, só queremos dançar)

Calça as botas e bora levantar poeira, chega de bad, Shania Twain na veia: That Don’t Impress Me Much, Ka-ching!, I Ain’t Gonna Eat Out My Heart Anymore.

8 – Stronger, Britney Spears (https://www.youtube.com/watch?v=AJWtLf4-WWs)

neide menina

Quem não conhece Britney Spears que atire a primeira pedra! Dificilmente vou ver pedregulhos voando, já que ela tem uns 18 anos de carreira no pop, fora a época no “Clube do Mickey Mouse”, e veio fazendo polêmica desde os primeiros anos de famosa, vide 2007. Em Stronger, a princesinha do pop deixa bem claro que está bem forte sozinha, inclusive mais feliz. You got it Britney!

“[…]My loneliness ain’t killing me no more, I’m stronger…” (Minha solidão já não está mais me matando, estou mais forte)

Canhão de hinos vindo ai! Coloca o salto 15 e o picumã!: Womanizer, Oops! I Did It Again, Circus, If U Seek Amy, I Wanna Go.

9 – Marry The Night, Lady Gaga (https://www.youtube.com/watch?v=cggNqDAtJYU)

gaguinha

Nem te conto quem é minha diva pop atual, quer tentar adivinhar? Nah, melhor não. Amo com todo meu coraçãozinho de manteiga derretida a Lady Gaga e aprecio muitas das coisas que ela faz, principalmente para caridade. Entre tantos hinos, ‘Marry The Night’ merece estar nessa lista, já que basicamente fala sobre não depender de alguém para estar feliz e viva, ela está casada com a noite.

“[…]I’m gonna marry the night ! I’m not gonna cry anymore…” (Eu vou me casar com a noite! Eu não vou mais chorar)

Pequeno Monstro, cola bem esse front-lace e vem bater cabelo com Mãe Monstro: Swine, Perfect Illusion, Just Dance, John Wayne, Bad Romance, Born This Way.

10 – We Are Never Ever Getting Back Together, Taylor Swift (https://www.youtube.com/watch?v=WA4iX5D9Z64)

tay tay

Como falei alguns números acima, não sou muito fã de música country, então não ouço a maior parte da discografia da Taylor Swift, mas tenho um fraco pelas músicas pop dela! É só as crush me decepcionar que já estou ouvindo o 1989 inteiro, e algumas faixas do Red. Em ‘We Are Never Ever Getting Back Together’, eu confio todas as minhas frustrações e grito o refrão (que alias é o nome da música) com todas as forças dos meus pulmões. Hino dos términos sim!

“[…]You go talk to your friends talk to my friends talk to me, but we are never ever ever ever getting back together. Like ever.” (Você fala pro seus amigos falarem pros meus amigos me falarem, mas nós nunca nunca nunquinha nunquissimo vamos voltar. Tipo, nunca)

Cata as fotos e uns fósforos, e coloca essa trilha sonora: I Knew You Were Trouble, Out of The Woods, Shake It Off, Mean, New Romantics, Bad Blood, e o resto do 1989.

Bônus Também Temos o Hino Gay: I Will Survive, Gloria Gaynor (https://www.youtube.com/watch?v=fCR0ep31-6U)

EU VOU SOBREVIVER!

EU VOU SOBREVIVER!

Me diz que tipo de lista sobre superação de fim de namoro seria essa sem Gloria Gaynor? A moçoila praticamente inventou a superação e dar a volta por cima! Além de ser uma inspiração para todos que precisam virar a mesa, ‘I Will Survive’ é um hino LGBT.

Quando foi lançada, esse estilo musical disco era muito mais reproduzido nas boates gay, e acabou se tornando um hino de cada homossexual que sofria com agressões constantes, mas não conseguia sair de tal antro. A mensagem na música é muito forte, você consegue viver sem essa pessoa do seu lado, e você a estar deixando não é errado, afinal, você VAI sobreviver!

“[…]For as long as I know how to love, I know I’ll stay alive. I’ve got all my life to live! I’ve got all my love to give, and I’ll survive! I will survive!” (Enquanto eu souber como amar, sei que continuarei viva. Tenho minha vida inteira para viver! Tenho todo meu amor para dar, e eu vou sobreviver! Eu vou sobreviver!)

Gloria Gaynor tem muitos outros sucessos, e recomendo dar uma passeada por toda a discografia dela. Juro que você não vai se arrepender.

 

Nesse espírito de sobrevivência e amor próprio, vou finalizando a playlist. Acredito que deixei vários hinos para a trilha sonora da sua “pós-bad” e para sempre escutar quando estiver se sentindo triste. Se não durou, então talvez não fosse a pessoa certa. Existem 7 bilhões de pessoas nesse planeta, você provavelmente vai encontrar alguém melhor. Porém, enquanto ainda sentir esse vazio no peito e essa sensação de abandono, segue a playlist que criei no Spotify e dança, coloca para fora todas suas frustrações!

Beijos, e até o próximo post 🙂

(Já sabem né? Caso o link não funcione, procurem por “It feels good to be lonely” e sigam a playlist! https://open.spotify.com/user/istudybullshit/playlist/6JpwoZuH1ikuqbzwsUxgqq , e na playlist ‘We Are Never Ever Getting Back Together’ é um cover do Boyce Avenue, pois a Taylor Swift tirou TODAS as músicas dela do Spotify)

Facebook: Bárbara Contiero/ Poesia e Outras Drogas

Instagram: @barbaracontiero